Corinthians treina diante de 38 mil torcedores antes de "decisão" com o Flamengo

Organizadas levaram bandeirões e bandeiras e entoaram canto que virou tradição em duelos decisivos

25/09/2018 - 18:07 - Atualizado em 25/09/2018 - 18:13

Torcida compareceu em massa para apoiar time antes de jogo contra o Flamengo (Foto: Reprodução/Twitter Corinthians)

Cerca de 38 mil torcedores compareceram à Arena Corinthians na tarde desta terça-feira (25) para acompanhar o último treino antes do decisivo duelo contra o Flamengo pela semifinal da Copa do Brasil, na quarta, no mesmo estádio. No trabalho, o técnico Jair Ventura praticamente confirmou o quarteto ofensivo com Clayson, Jadson, Mateus Vital e Romero, mas manteve uma dúvida no meio-campo: Ralf e Gabriel brigam por uma posição.

Parecia final de semana. A partir das 13h, quando os portões foram abertos, a torcida começou a tomar as imediações do estádio. O público, no entanto, era diferente daquele que acompanha os jogos na nova casa corintiana. O fato de o ingresso ter sido trocado por um quilo de alimento possibilitou que aquele torcedor que anda com as contas mais apertadas pudesse comparecer, nem que para isso precisasse garantir uma folga do trabalho nesta tarde.

No setor norte, as organizadas levaram bandeirões e bandeiras e entoaram o canto que já virou tradição em duelos decisivos: "É sangue no olho, é tapa na orelha, é o jogo da vida e o Corinthians não é brincadeira". Nos microfones da Arena, uma locutora pedia a cada cinco minutos que o torcedor não invadisse o campo ao término do treino para tentar preservar o gramado - no último treino aberto, às vésperas da final contra o Palmeiras, houve invasão.

A entrada do time em campo contou com efeitos de fumaça e uma grande festa, como um grito de gol das arquibancadas. Jair Ventura, no entanto, conforme havia antecipado na entrevista coletiva, evitou dar pistas sobre a escalação da equipe.

Os jogadores saudaram os torcedores e começaram a atividade com um bobinho. Na sequência, o treinador marcou dois setores do campo com fita e realizou um trabalho de toque de bola e marcação.

Jair levou os atletas para o lado das organizadas e realizou um trabalho de cruzamento na área. Cada bola na rede era comemorada O veterano Danilo foi o mais saudado pelos torcedores. Após mandar um cruzamento para as redes, teve o nome gritado das arquibancadas.

No final, Jair separou de um lado os titulares para cobrar pênalti, enquanto que os reservas fizeram um trabalho em campo reduzido. O quarteto ofensivo era o mesmo do jogo contra o Inter, com Clayson, Jadson, Mateus Vital e Romero. A única dúvida que ele manteve foi no meio-campo. Tanto Ralf quanto Gabriel, que disputam uma vaga na marcação, cobraram as penalidades. No domingo, Gabriel foi titular porque Ralf estava suspenso no Campeonato Brasileiro.

O Corinthians encara o Flamengo nesta quarta-feira, às 21h45, em casa, e precisa de uma vitória simples para avançar à final da Copa do Brasil. A tendência é que o time entre em campo com: Cássio; Fagner, Henrique, Léo Santos e Danilo Avelar; Ralf (Gabriel) e Douglas; Clayson, Jadson, Mateus Vital e Romero.

Veja Mais