Clayson diz que não é hora de Corinthians jogar bonito e sim vencer

Timão não fez boa exibição contra o Flamengo e vive tempos instáveis

14/09/2018 - 17:33 - Atualizado em 14/09/2018 - 17:45

Atacante não acredita que time esteja mal preprarado (Foto:  Marco Galvão /Fotoarena/Folhapress)

Clayson, atacante do Corinthians, foi o escolhido para entrevista coletiva desta sexta-feira e falou sobre temas que tem tirado o sono do torcedor corintiano. O último desempenho do Timão em campo, o atual momento do clube e a mudança de comando técnico que o clube passou.

Quando questionado sobre o desempenho do Corinthians contra o Flamengo, partida na qual o clube não acertou uma finalização no gol e saiu com o um empate sem gols do Maracanã, ele fez sua análise da partida. “Nós fomos com uma proposta de jogo lá para o Rio de Janeiro, conseguimos executá-la com sucesso, jogamos por uma bola. Tivemos ela comigo e com o Douglas, mas não conseguimos concluir em gol. Sabemos que precisamos melhorar, essa parte defensiva começa desde lá no ataque também. Vamos buscar melhorar para ir com tudo no jogo da volta".

Ainda sobre a próxima partida contra o Flamengo, que o Timão precisa apenas de uma vitória simples para avançar a final da Copa do Brasil, Clayson disse que o clube precisa vencer e não jogar bonito. "Jogando dentro de casa creio que vamos com uma proposta diferente, para poder vencer o jogo. Mas, também, se não for, vamos jogar para se defender, buscar por uma bola e passar para final. Não é hora de jogar bonito, é hora de vencer. É importante voltar a ser forte dentro de casa, ganhar jogos para ter confiança. Isso vai nos ajudar para propor mais o jogo e voltar a vencer, que é o mais importante"

Mudança no comando

Jair Ventura comandou o Corinthians em uma derrota (contra o Palmeiras) e um empate (contra o Flamengo). Foram apenas duas partidas, mas o atacante já consegue ver diferenças na forma do time jogar em relação ao esquema montado pelo último treinador

"Com o Loss a gente procurava mais propor o jogo. Falo mais pelo última partida que a gente se defendeu bastante. Sabemos da nossa queda de rendimento. Temos jogadores de qualidade, mas o clube teve uma queda de rendimento. A gente não pode achar que vai chegar e propor o jogo contra uma equipe de qualidade como foi o Flamengo. Não é feio assumir que a gente vai jogar por uma bola. Temos que entender a estratégia do jogador".

O Corinthians 2018 não vive uma boa fase, em comparação ao de 2017. A prova disso, é que as perguntas sobre rebaixamento começaram a aparecer conforme o segundo turno do Campeonato Brasileiro vai caminhando para o seu fim. 

Clayson também falou sobre isso e classificou que o time não vive um mal momento, mas precisa ligar o sinal de atenção. "A gente está psicologicamente, fisicamente e taticamente bem. A gente vem melhorando bastante. Estamos com a cabeça boa, focado nos jogos, a voltar a ser forte dentro de casa e não perder pontos para ter um final de ano bom. Nossa chance de ganhar mais um título é na Copa do Brasil. Vamos em busca de nos aproximarmos dos primeiros do Brasileiro e ganhar a Copa do Brasil. Não digo que estamos com o sinal de alerta, mas a gente precisa ganhar nossos jogos, embolar no pelotão da frente (do brasileiro) e brigar na Copa do Brasil para conquistar o título. Já vencemos um, vamos em busca de outro, para igualar o número do ano passado"

O Corinthians volta a campo no domingo, ás 19 horas, contra Sport, pelo Campeonato Brasileiro, em sua Arena. 

Veja Mais