Em rede social, amigo de Gabriel Jesus vaza treino secreto da Seleção Brasileira

Parentes e conhecidos dos jogadores estão liberados para ver todas as atividades do time

13/06/2018 - 20:05 - Atualizado em 13/06/2018 - 20:32

Vídeos feitos por amigo de Gabriel Jesus foram
apagados (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Um dos amigos do atacante Gabriel Jesus furou a determinação do técnico Tite e publicou em uma rede social vídeos de partes do treino secreto da seleção brasileira, realizado na tarde desta quarta-feira (13) em Sochi, na Rússia. 

A atividade era fechada. A imprensa acompanhou apenas 20 minutos e depois teve de se retirar do local, a pedido do técnico, prática comum. O objetivo é evitar que jogadas e que o time escolhido sejam revelados para rivais.

De acordo com a assessoria de imprensa da CBF, a presença de familiares e amigos para assistir a treinos está liberada, inclusive nos secretos.

Segundo pessoas próximas ao ex-atacante do Palmeiras, o amigo Higor Oliveira e outros que acompanharam a atividade não foram avisados de que o treino era fechado. 

Os vídeos, apagados minutos depois, mostravam gols do Gabriel Jesus, um deles de cabeça.

Enquanto o convidado de Jesus filmava, três funcionários de uma empresa de segurança contratada pela Fifa vigiavam o local, para impedir que drones registrassem as atividades da seleção. Eles estavam em cima do teto de um hotel em frente ao campo, com binóculos nos olhos. 

Para a Copa do Mundo da Rússia, a direção da CBF preparou um esquema diferente de outras edições para incentivar a integração, cuidando até mesmo da logística da viagem dos acompanhantes dos atletas. 

Além de ter escolhido um hotel para receber os agregados, a confederação ainda personalizou um espaço em sua concentração para jogadores e funcionários receberem convidados.

A comissão técnica libera diariamente os encontros e aposta no convívio para deixar os atletas motivados na Rússia. 

Em outras edições de Copa, os treinadores colocavam mais restrições e a CBF não oficializou a ajuda nos descolamentos e hospedagem. 

Gabriel Jesus, por exemplo, convidou para acompanhá-lo na Rússia sete pessoas, entre irmão, mãe, dois sobrinhos e dois amigos do seu bairro, o Jardim Peri, na zona norte de São Paulo. Eles chegaram na madrugada de terça.

Todos os jogadores contam com amigos ou familiares na Copa.

"A logística foi muito bem pensada e estudada. Fizeram o melhor para nós. Vamos ficar mais perto dos familiares do que em 2014. Na época, ficamos apenas na Granja Comary. Quase não tínhamos contato", disse. 

"Família é tudo para a gente né, são eles que estão ao nosso lado, nos momentos de alegria e de frustração. Tê-los aqui dá uma força maior, é um problema a menos não ter saudade", afirmou o goleiro Alisson.

Enquanto não podem estar com os jogadores, os amigos e familiares aproveitam para curtir a Rússia.

Além do vídeo do treino, o amigo de Jesus, por exemplo, postou outros momentos do dia. Eles alugaram uma lancha no mar Negro e aproveitaram o dia de sol. 

A CBF pagou apenas a empresa contratada para fazer a logística, mas as demais despesas, como hotel e passagens, ficam por conta dos convidados ou dos atletas.

Veja Mais