Veja quais são e como proteger as crianças das doenças de outono e inverno

Verifique com o pediatra quais vacinas a criança pode tomar nesse período

10/05/2017 - 17:48 - Atualizado em 10/05/2017 - 20:06

Tosse, febre, nariz entupido e dores de garganta. Esses sintomas já são conhecidos quando o assunto é doenças típicas do outono e inverno.  Isso ocorre porque nas temperaturas mais baixas,  o ar fica mais seco e a poluição aumenta. Além disso, as pessoas tendem a ficar em lugares fechados facilitando a transmissão de vírus e bactérias. 

“As mudanças de temperatura e o acúmulo de poluição contribuem para a proliferação de vírus e bactérias responsáveis pelas doenças respiratórias. E, é até por isso, que os números de casos de gripe, sinusite, bronquite e pneumonia são maiores durante essa época do ano”, destaca Patricia Ribeiro, médica pediatra. 

Segundo a pediatra, as doenças de inverno que mais acometem as crianças são de origem viral e duram em média de três a cinco dias. A faringite e a laringite são mais comuns até os três anos. Já os resfriados aparecem com mais frequência a partir dos dois anos de idade. “Importante lembrar que os doenças respiratórias são mais frequentes na infância e quanto mais nova a criança for, maiores devem ser os cuidados". 

Entretanto, com algumas dicas de prevenção é possível evitar algumas doenças comuns nesta época. De acordo com a pediatra Carolina Brites, é muito importante prestar atenção nos pequenos, isso porque logo nos primeiros sintomas elas podem ficar inapetentes, mais quietas e enjoadas. "Fique de olho na temperatura das crianças, se estiver 37.5 é importante dobrar a observação”, ressalta. 

Lugares fechados e com aglomeração de pessoas facilitam a transmissão de vírus (Foto: Carlos Nogueira)

Outra orientação é não fazer automedicação e procurar logo um médico se a criança apresentar sintomas de alguma doença. "A dica é sempre consultar um pediatra de confiança e pedir para ele fazer as indicações corretas das vacinas, como a da gripe e pneumonia", diz a pediatra. 

Confira algumas dicas essenciais para manter a criançada saudável:

– Oferecer à criança uma alimentação equilibrada e variada.
– Manter os pequenos bem hidratados.
– Evitar lugares mal ventilados e/ou com grande aglomeração de pessoas.
– Manter a calma. Crianças adoecem e isso é até mesmo importante para a formação do sistema imunológico.

Veja Mais