Tartarugas são soltas após ficarem presas em rede de pesca ilegal

Em um dos animais, foi preciso realizar reanimação cardíaca

24/07/2016 - 10:06 - Atualizado em 24/07/2016 - 10:13

Redes foram localizadas próximo à praia de Baraqueçaba, no Litoral Norte (Foto: Divulgação/PM Ambiental)


Durante patrulhamento marítimo pela costa de Baraqueçaba, em São Sebastião, no Litoral Norte, uma equipe da Polícia Militar Ambiental (PMA) localizou duas redes de pesca de 70 metros cada. O material estava posicionado de forma irregular nas proximidades praia e nele estavam presas diversas tartarugas marinhas. 

As redes foram recolhidas e os animais soltos. De acordo com a PM Ambiental, em uma das tartarugas foi preciso realizar reanimação cardíaca, uma vez que ela já estava asfixiada por ficar muito tempo sob a água. Todo o material apreendido foi lacrado e depositado na sede da corporação em Caraguatatuba. 

Ao todo, 140 metros de rede foram apreendidos pela polícia (Foto: Divulgação/PM Ambiental)

Veja Mais