Sindicalistas definem agenda de protestos até o dia da greve geral

Manifestações começam nesta quinta-feira e só terminam no dia 27, um dia antes do grande ato

19/04/2017 - 22:07 - Atualizado em 19/04/2017 - 22:14

O movimento sindical da Baixada Santista vai promover panfletagens nas cidades de Cubatão, Guarujá, Santos e São Vicente nos próximos dias e fará um “arrastão” na orla de Santos, neste sábado (dia 22), com o objetivo de alertar a população sobre o pacote de maldades do Governo Temer com as propostas das reformas da Previdência e Trabalhista e convidar a todos a participar da greve geral do próximo dia 28.

Essas foram as principais definições da plenária do Conselho Sindical Regional da Baixada Santista, Litoral Sul e Vale do Ribeira (CSR) realizada na manhã desta quarta-feira, dia 19, na sede do Sindicato dos Petroleiros do Litoral Paulista (Sindipetro-LP). O evento contou com a participação de representantes de diversas centrais sindicais, sindicatos, partidos políticos e movimento estudantil.

Para definir as últimas ações a respeito dessa grande mobilização do dia 28 na região, as entidades que representam os trabalhadores agendaram uma assembleia conjunta no próximo dia 26 (quarta-feira), às 19 horas, no Sindipetro-LP.

Durante a plenária do CSR, os participantes citaram uma série de atividades que vem sendo desenvolvidas em suas bases e até mesmo panfletagens em alguns pontos estratégicos, como no Terminal Rodoviário do Valongo, em Santos.  Confira abaixo a programação prevista para os próximos dias.

O coordenador do grupo de trabalho e presidente do Sindicato dos Urbanitários de Santos e Região (Sintius), Carlos Alberto de Oliveira Cardoso, o Platini, destacou que foram preparados cartazes e panfletos para alertar a categoria sobre os retrocessos sociais que serão causados com a aprovação das propostas defendidas pelo Governo Federal.

Além disso, a greve geral, que está sendo articulada em conjunto pelos representantes das centrais sindicais da Baixada Santista, sindicatos independentes e entidades ligadas aos trabalhadores do Porto de Santos, está ganhando a adesão de diversos setores, como o movimento estudantil.

Conforme Platini, esse trabalho regional de articulação não vai cessar com o fim da mobilização. A ideia é manter esse fórum permanente de discussão no Conselho Sindical para evitar que a classe trabalhadora seja prejudicada pelo governo de plantão. Por esse motivo, haverá uma forte cobrança dos deputados federais e senadores, em especial aqueles que são oriundos da Baixada Santista, como Beto Mansur (PRB), João Paulo Papa (PSDB) e Marcelo Squassoni (PRB).

Confira o calendário de atividades:

Dia 20 (quinta-feira), a partir das 16 horas – Panfletagem nas casas e conjuntos habitacionais da Zona Noroeste, em Santos. Concentração: esquina da Avenida Jovino de Melo com a Avenida Hugo Maia, no Bom Retiro

Dia 22 (sábado), a partir das 11 horas – Panfletagem na orla de Santos. Concentração: Praça das Bandeiras, no Gonzaga

Dia 24 (segunda-feira), a partir das 12h30 – Panfletagem na Praça 14 Bis, no distrito de Vicente de Carvalho, em Guarujá

Dia 24 (segunda-feira), a partir das 17h30 – Panfletagem no atracadouro das barcas Santos/Vicente de Carvalho, em frente ao prédio da Alfândega, no Centro de Santos. O ato relembra ainda os 53 anos da chegada do navio prisão Raul Soares ao Porto de Santos

Dia 25 (terça-feira), a partir das 12h30 – Panfletagem nas proximidades da Igreja Matriz de Cubatão (Paróquia Nossa Senhora da Lapa), no Centro de Cubatão

Dia 26 (quarta-feira), a partir das 12h30 – Panfletagem na Praça Barão do Rio Branco, no Centro de São Vicente

Dia 26 (quarta-feira), às 19 horas – Assembleia das centrais sindicais, sindicatos e demais movimentos sociais para preparação da greve geral do dia 28 nas cidades da Baixada Santista. Local: Sindicato dos Petroleiros do Litoral Paulista (Sindipetro-LP) – Avenida Conselheiro Nébias, 248, Vila Mathias, em Santos

Dia 27 (quinta-feira), a partir das 12h30 – Panfletagem na Praça Mauá, no Centro de Santos

Veja Mais