Santistas são as primeiras na fila para o show do U2 neste sábado em São Paulo

Elas deixaram família e trabalho na sexta-feira (20) para dedicar-se à banda que amam

21/10/2017 - 13:10 - Atualizado em 21/10/2017 - 13:10

Luciene Ubirajara e Carolina Romero são as primeiras da fila para o show do U2 neste sábado (Acervo Pessoal)

Duas santistas fanáticas pela banda irlandesa U2, do cantor Bono Vox, são as primeiras da fila para o show deste sábado (21) no estádio do Morumbi, em São Paulo, com público esperado de 72 mil pessoas. 

As amigas Luciene da Silva Ubirajara e Carolina Romero, de 45 e 38 anos, respectivamente, subiram a Serra na manhã da sexta-feira (20), e, literalmente, acamparam em frente ao portão do estádio. "Seremos as primeiras a entrar. É uma emoção indescritível", afirma Luciene. 

Representante comercial, Luciene conseguiu dispensa do trabalho na sexta-feira para realizar a aventura. "O meu chefe entendeu. Ele sabia o quanto era importante pra mim". 

Barraca

Foi nesta barraca de acampamento que as amigas 
Luciene e Carolina dormiram em frente ao estádio

A vida no acampamento improvisado não é muito fácil, nem barata. "Passamos no mercado e compramos salgadinhos, refrigerante, besteirinhas para comer por aqui. Mas chega uma hora que bate aquela vontade de comida, né?". 

Antes de entrar no estádio, as amigas combinaram de fazer uma refeição. "Precisamos nos alimentar. Uma, para aguentar o tranco. Outra, porque o lanche lá dentro é muito caro". 

Além da alimentação, outros fatores como ir ao banheiro e carregar o celular também são complicados na barraca, mas nada que o bom humor e jogo de cintura não dêem um jeito. "Encontramos essas famílias aqui no entorno do estádio que nos permitem usar suas casas, seus banheiros", brinca. 

O favor, no entanto, tem um preço. "Para carregar o celular, são R$7,00. Para usar o banheiro, R$5,00. E para tomar banho, mais R$15,00".

Água, que não pode faltar, só é encontrada com os ambulantes somente na versão garrafinha de 500 ml. "E lá se vão mais R$5,00", lembra Luciene. "Nem quero fazer a conta de quanto estou pagando aqui. Minha alma, provavelmente". 

Às 10 horas deste sábado (21), um contratempo. "A Carolina passou mal, teve muita febre. Tivemos de vir a uma Unidade de Pronto Atendimento próxima para medicá-la".

A barraca ficou sob os cuidados de outros fãs, que as representaram na fila. Depois do susto, porém, as amigas retornaram ao local para continuar na aventura. "Pegamos nossas coisas para tomar um banho, mas precisamos aguentar. Não vamos embora sem ver o show".  

Ingressos

Os gastos, no entanto, poderiam ter sido poupados. Já que os ingressos das amigas são para cadeiras numeradas. "Não era necessário acampar. Mas queríamos muito. Fizemos isso na compra, e agora faremos para entrar". 

Há 5 meses, Carolina e Luciene já haviam enfrentado uma noite acampadas na Capital. Isso porque não conseguiram os ingressos no site de eventos Ticket For Fun e decidiram comprar pessoalmente. "Reunimos oito, quinze aparelhos, cada uma, para comprar os ingressos. Sem sucesso, viemos para São Paulo numa madrugada de quarta para quinta-feira para garantir a compra". 

Duas décadas de U2

As amigas carregam na pele o amor por Bono Vox
e a banda irlandesa U2 (Foto: Acervo Pessoal)

A amizade da dupla começou há vinte anos, numa noite de Réveillon na praia, em Santos. "A Carol estava sozinha na praia e eu com alguns amigos. Ofereci uma cerveja e ela se juntou a nós. Não nos largamos nunca mais". 

Desde então, passaram a sair juntas e descobriram a paixão comum por Bono e a banda irlandesa. "Sabíamos que o rock era um gosto em comum. Frequentamos casas noturnas em Santos com esse tipo de som e, coincidentemente, nosso maior amor era o U2. Ela é minha irmã de alma". 

A parceria só poderia resultar nesta e outras aventuras. "Tentamos em outros anos, mas sempre sem sucesso. Dessa vez, não poderia falhar. Não tem outra pessoa com quem eu viria ao show. Tinha de ser ela". 

O estádio abre às 16 horas e, superando o cansaço, a febre e as condições das últimas 30 horas, Luciene e Carolina esperam muita energia por parte da banda. "Depois de tudo isso, tem de dar certo". 

Veja Mais