Rui de Rosis deve ser eleito o novo presidente da Câmara de Santos

Chapa única para a Mesa Diretora, formalizada nessa quinta-feira, teve apoio de 18 vereadores

12/10/2018 - 07:48 - Atualizado em 12/10/2018 - 08:05

Rui de Rosis (centro) se emocionou ao falar do irmão e do pai (Foto: Irandy Ribas/A Tribuna)

No dia 8 de agosto de 2015, o ex-jogador de futebol e comentarista esportivo Rui De Rosis foi surpreendido com a notícia da morte de seu irmão, o então presidente da Câmara santista Marcus De Rosis (MDB). Em 2016, ele se candidatou a vereador e se elegeu com o desejo de, um dia, também chegar ao comando do Legislativo Municipal. O emedebista deu esse passo nessa quinta-feira (11), com a formalização da chapa única em torno de sua candidatura à Mesa Diretora para o biênio 2019-2020.

"Quero dar continuidade ao trabalho que, infelizmente, meu irmão não pôde concluir", afirmou o parlamentar. O grupo conta, ainda, com os vereadores Manoel Constantino (PSDB), na vice-presidência; Audrey Kleys (PP), 2ª vice-presidente; Geonisio Aguiar, o Boquinha (PSDB), 1º secretário; e Zequinha Teixeira (PSD), 2º secretário. 

"Minha intenção é valorizar ainda mais o trabalho desta Casa, manter uma boa interlocução com o Executivo, mas de forma independente", disse De Rosis. "Posso garantir que o prefeito (Paulo Alexandre Barbosa, do PSDB) respeitou a escolha e não interferiu no processo".

A eleição interna será realizada no dia 1º de novembro, mas, como não há outra candidatura até o momento, De Rosis deve ser apenas confirmado na função. O vereador Bruno Orlandi (PSDB), que também vinha manifestando nos bastidores a vontade de concorrer à vaga, não compareceu à reunião dessa quinta-feira.

Sobre projetos para os próximos dois anos no Parlamento Municipal, o vereador disse que ainda pretende se reunir com os colegas da Mesa e os demais apoiadores - são 18 parlamentares unidos em torno do emedebista - para definir as prioridades e futuras medidas a serem adotadas.

"O que posso dizer é que manteremos o caminho adotado pela atual presidência (a cargo do vereador Adilson Júnior, do PTB), de sempre buscar enxugar os gastos da Casa com criatividade e planejamento", afirmou De Rosis. 

Emoção

Durante a apresentação da chapa, De Rosis se emocionou ao dizer que não iria decepcionar os colegas à frente da Câmara e ao lembrar as quatro passagens pela presidência de Marcus De Rosis (1995-1996/ 2007-2008/ 2009-2010 e 2015) e as duas do pai, Oswaldo De Rosis (1977-1978 e 1981-1982)

"Tenho certeza de que, de onde estiverem, estão orgulhosos do caminho que estou trilhando", comentou. "Vou buscar honrá-los sempre".

Veja Mais