Rico em belezas naturais, Rio Itanhaém é ponto de lazer na Cidade

Local é o principal formador da segunda maior Bacia Hidrográfica do Estado

31/01/2018 - 10:07 - Atualizado em 31/01/2018 - 10:07

Local é ótimo para a prática de pesca esportiva (Foto: Alexsander Ferraz/AT)

Terra de belas praias, rica cultura e histórias da época da colonização do Brasil, Itanhaém também chama a atenção de moradores da Baixada Santista e de turistas pela grandiosidade de seus rios. E o Itanhaém é o principal deles.

Reconhecido por fazer parte e por ser o principal formador da Bacia Hidrográfica de Itanhaém (a segunda maior bacia costeira do Estado e chamada de Amazônia Paulista), o Rio Itanhaém é rico em belezas naturais, excelente para a prática de esportes e propício para a pesca esportiva.

No caso da pesca, os apaixonados pelo esporte encontram muitas espécies de peixes de água doce. Na Boca da Barra, onde desemboca o Itanhaém, há também peixes de água salgada. Encontram-se robalos, tainhas, paratis, caratingas, bagres, pescadas, sargos e meros. Também é possível avistar toninhas (espécie de golfinho), geralmente fazendo piruetas no rastro das embarcações.

Para levar os visitantes ao passeio pelo Rio Itanhaém e pela bacia hidrográfica, há embarcações que partem diariamente do píer na Praia do Sonho, uma das mais famosas e badaladas da Cidade.

O trajeto começa no Rio Itanhaém e continua até o encontro dos rios Preto e Branco. Depois, a embarcação parte para as proximidades da Ilha do Rio Acima, considerada a maior do Litoral Paulista.

Formado pelo encontro das águas escuras do Rio Preto e das águas cristalinas do Rio Branco, o Rio Itanhaém tem um ambiente que harmoniza os encantos naturais com o espírito aventureiro, fatores ideais para a prática, por exemplo, do ecoturismo.

Ainda: nos passeios de barco, com duração de duas horas e meia, o visitante tem a chance de apreciar as riquezas da fauna e da flora locais. Para os adeptos do birdwatching, ou arte de observar os pássaros, o passeio é indispensável. Afinal, na mata que ladeia o Rio Itanhaém estão várias espécies, como colhereiros americanos, guarás-vermelhos, savaçus-de-coroa, jaçanãs e frangos d’água.

Ao longo da jornada, também se podem avistar lontras, saruês e cachorros-do-mangue.

ver galeria
1/8

Esportes

Para quem curte esportes, o Rio Itanhaém, sobretudo na área da Boca da Barra, oferece a oportunidade para a prática de kitesurf, stand up paddle e remo (caiaque, canoagem e canoa havaiana) – um convite para quem quer curtir bons momentos em um lugar especial.

Na verdade, o Rio Itanhaém é um dos pontos preferidos para diversão, pois, após receber as águas do Rio Preto e do Rio Branco, tem uma extensão de, aproximadamente, sete quilômetros até sua foz.

Seus afluentes, a partir desse encontro, são os rios Guapurá, Ribeirão Cabuçu, Negro Morto, Volta Deixada, Campininha e do Poço.

Veja Mais