Pescadores bloqueiam canal do Porto e interrompem travessia de balsas

Protesto começou por volta das 15h30 desta quinta-feira

24/05/2018 - 16:04 - Atualizado em 24/05/2018 - 18:12

Serviço era realizado com cinco embarcações antes da paralisação (Via WhatsApp)

A travessia de balsas entre Santos e Guarujá ficou interrompida das 15h30 às 16h30 desta quinta-feira (24), de acordo com a Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa). A paralisação ocorreu devido ao bloqueio feito no canal do Porto por cerca de 16 embarcações de pesca, que se posicionaram entre os atracadouros das duas cidades. O protesto foi em solidariedade aos caminhoneiros autônomos pelo País.

Esta é a primeira vez, que uma manifestação interrompe
 a navegação do principal complexo marítimo do País

Antes do ato, cinco balsas estavam em operação e o tempo de embarque para veículos era de 15 minutos em cada margem. A situação, no entanto, gerou uma grande fila de espera, além de impedir o trânsito de embarcações. 

Segundo a Praticagem, a ação dos pescadores impediu a passagem de dois navios pelo canal, mas com a saída dos pescadores os trabalhos foram normalizados. Esta é a primeira vez, na história recente do Porto de Santos, que uma manifestação interrompe a navegação do principal complexo marítimo do País. 

Autoridades portuárias

A Marinha do Brasil, por intermédio da Capitania dos Portos de São Paulo, informou que foi comunicada de que pescadores estariam impedindo o tráfego de navios e balsas na entrada do canal do Porto de Santos.

Uma equipe de inspeção naval foi enviada ao local e permanece atenta às eventuais infrações da lei do tráfego aquaviário.

Orientação da Dersa

A Companhia também pede para que os usuários fiquem atentos às informações falsas. A orientação é buscar informações pelos canais oficiais da Dersa: site www.dersa.sp.gov.br, Twitter @travessiasdersa e telefone 0800 7733 711.

A travessia entre Santos e Guarujá foi retomada por volta das 16h30 (Foto: Via WhatsApp)

Veja Mais