Pescador é multado por pesca irregular de tainha em Ilha Comprida

Homem flagrado por policiais ambientais não possuía Carteira de Pescador Profissional

16/07/2018 - 11:30 - Atualizado em 16/07/2018 - 11:50

Os 13 quilos de pescado apreendidos foram doados, e o infrator multado em R$ 1920 (Foto: Divulgação)

Um dia após o governo decretar de forma antecipada o encerramento da temporada de pesca da tainha, Policiais Militares da Companhia de Policiamento Ambiental Marítimo do 3° Batalhão de Polícia Ambiental do Estado de São Paulo (Ciamar) flagraram pesca irregular da espécie na cidade de Ilha Comprida, no Vale do Ribeira.

A ocorrência foi registrada durante patrulhamento preventivo na praia do Boqueirão Sul, no interior da Área de Proteção Ambiental Marinha Litoral Sul APAMLS. Policiais avistaram e abordaram um homem que utilizava uma rede de pesca do tipo feiticeira, com 50 metros de comprimento. Como ele não possuía a Carteira de Pescador Profissional, não poderia exercer a atividade.

Os 13 quilos de pescado apreendido foram doados à Sociedade de Amigos da Velhice de Cananeia, e o infrator foi autuado em R$ 1.920,00, além de responder em liberdade por crime ambiental.

Veja Mais