Ônibus de Santos contarão com alerta de assalto em andamento

Proposta está em fase de testes e deve começar a funcionar até o mês de setembro

18/07/2018 - 15:00 - Atualizado em 18/07/2018 - 15:07

Imagem retirada de vídeo mostra como funciona o
alerta nos ônibus (Foto: Reprodução)

Os ônibus municipais de Santos passarão a contar, até setembro, com dispositivo que aciona mensagem no letreiro do veículo alertando para assalto em andamento.

O sistema, atualmente em fase de testes, tornou-se obrigatório com a sanção, em 21 de março, de uma lei municipal proposta pelo vereador Sergio Santana (PR).

Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Santos), a Viação Piracicabana tem seis meses a partir da sanção para colocar o dispositivo em operação.

Em nota, a permissionária informou na terça-feira (18) à A Tribuna que estão sendo realizados testes. “Sendo possível iniciar o funcionamento antes do prazo determinado, haverá prévia divulgação”, disse a assessoria de imprensa.

Funcionará assim: em um assalto, o motorista poderá apertar um botão que acionará uma mensagem no letreiro do ônibus com os dizeres Socorro e Assalto.

Justificativa

O autor do projeto argumenta que, com o alerta na frente do coletivo, pessoas que estiverem em volta na rua poderão ligar para a Polícia Militar durante o roubo, o que aumentaria a chance de, com chegada rápida de policiais, efetuar a prisão do criminoso.

Outra vantagem é que os bandidos, sabendo do sistema, ficarão desestimulados a assaltar os ônibus.

“Nosso projeto é um mecanismo de prevenção e, com isso, teremos uma redução no número de assaltos”, defende Sergio Santana.

Veja Mais