"Nasci novamente", diz motociclista que caiu da balsa

Sebastião e o veículo foram resgatados em Guarujá; acidente será investigado

28/12/2017 - 09:20 - Atualizado em 28/12/2017 - 09:44

Mergulhadores retiraram do mar a moto de Sebastião (Alberto Marques/AT)

“Foram instantes de muita tensão. Pensei que ia morrer. Mas meu santo protetor e minha vontade de viver me livraram de algo pior. Completei 50 anos no dia 28 de novembro. Porém, hoje (quanta-feira) foi o dia em que nasci novamente”.

As palavras do frentista Bartolomeu Conceição Santos foram ditas, nesta quarta-feira (27), com serenidade e um sorriso constante no rosto. Duas características que sempre acompanham o guarujaense, mas que, como ele mesmo disse, foram substituídas por momentos de tensão, na travessia de balsas entre Santos e Guarujá.

Bartolomeu, mesmo tendo passado o dia no anonimato, virou um dos assuntos mais comentados, com a divulgação, por meio das redes sociais e dos sites de informação, da história do motociclista que caiu no mar ao embarcar na balsa da Dersa.

Logo após a queda, ele foi retirado da água sem nenhum ferimento. No início da tarde, mergulhadores da AirLift Serviços Subaquáticos retiraram a Honda CG 125, que havia afundado no mar, no entorno do atracadouro guarujaense.

“Estava indo trabalhar, por volta das 8 horas. O portão de embarque estava aberto. Passei e ia entrando na balsa. A rampa estava arriada, mas a embarcação saiu. Bati a roda da frente na balsa, mas a moto caiu no mar e afundou rapidamente. Como sei nadar, consegui me manter na superfície. Só que o pavor foi causado pela turbulência. Achei que ia ser tragado pela balsa”, lembra.

Bartolomeu, que tem o nome de seu santo protetor, disse que na hora pensou na esposa e nos dois filhos. “Lembrar da minha família e pensar firme em São Bartolomeu me deram forças para me manter na superfície. Até que jogaram uma boia (boia salva-vidas) e fui retirado da água”, diz.

Após o susto, o motociclista preferiu ir trabalhar. “Estar ocupado me ajudou a tirar aqueles momentos ruins da memória”, cita, lembrando que pilota motos desde 1989 e nunca havia sofrido acidente. 

Dersa

Em nota, a Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa) confirmou o incidente. “Os primeiros socorros foram imediatamente prestados ao usuário, que não sofreu ferimentos. A apuração sobre as causas do acidente foi iniciada. A empresa prestadora de serviços foi notificada para prestar esclarecimentos sobre o ocorrido”.

Investigação

A Marinha do Brasil também confirmou, por meio de nota, que o caso será investigado. “A Marinha do Brasil, por intermédio da Capitania dos Portos de São Paulo, informa que tomou conhecimento da queda de um motociclista da balsa que faz a travessia Guarujá/Santos. O motociclista foi prontamente resgatado. Uma equipe de peritos foi enviada ao local. Segundo informações preliminares, não houve poluição hídrica. Um inquérito será instaurado para apurar causas e responsabilidades”. 

Veja Mais