Liberação do PIS-Pasep para idosos será automática a partir de outubro

A medida vale para homens a partir de 65 anos e mulheres de 62 anos, que tenham contribuído até 4 de outubro de 1988

13/09/2017 - 10:15 - Atualizado em 13/09/2017 - 10:15

Os idosos que têm direito a sacar dinheiro do fundo PIS/Pasep e estão com o cadastro em dia não vão precisar nem sair de casa para receber. A partir de outubro, a quantia vai cair automaticamente na conta, na Caixa Econômica Federal. Somente aqueles que os dados cadastrais não possibilitarem o crédito imediato devem solicitar o saque em uma agência bancária.

Parte dos procedimentos de liberação do recurso foi publicada na terça-feira (12) no Diário Oficial da União, numa resolução do Conselho Diretor do Fundo PIS-Pasep, ligado ao Tesouro Nacional. 

A medida vale para homens a partir de 65 anos e mulheres de 62 anos, que tenham contribuído para o PIS ou Pasep até 4 de outubro de 1988 e que não tenham efetuado o resgate total dos saldos.

Quem cumpre os requisitos de idade para o saque, mas não tem dados cadastrados que permitam o depósito em conta, vai ter que ir a uma agência e pedir o saque, que só vai poder ser feito até cinco dias depois do pedido. 

No caso do Pasep, se a pessoa não tem conta no Banco do Brasil, será possível fazer uma transferência (TED) para outro banco com a mesma titularidade, sem que o beneficiário pague pela transação.

Informações

De acordo com o Ministério do Planejamento, a Caixa, responsável pelo pagamento do PIS, e o Banco do Brasil, que fará o pagamento do Pasep, estão preparando “sites específicos para esclarecer dúvidas e reforçam seus canais de atendimento e agências para receber a demanda”.

A previsão é de que as retiradas comecem em outubro e sigam até março do próximo ano. A promessa é de que o calendário da liberação seja divulgado sexta-feira e siga os moldes do que já acontece, por exemplo, com o saque das contas inativas do FGTS.

Veja Mais