Lagoa da Saudade será reurbanizada pela Prefeitura de Santos

Licitação já foi publicada; obras devem começar em junho, a um custo de R$ 2 milhões

09/02/2018 - 13:30 - Atualizado em 09/02/2018 - 13:30

Piso em concreto e novos bancos estão entre as melhorias previstas no projeto (Foto: Rogério Soares/AT)

A Lagoa da Saudade, no Morro da Nova Cintra (Avenida Prefeito Antônio Manoel de Carvalho, Parque da Montanha), em Santos, será reurbanizada pela Prefeitura. O aviso de edital de licitação (concorrência pública) foi publicado nesta quinta-feira (8) e a abertura dos envelopes para a escolha da empresa que fará o serviço está marcada para 14 de março.

O projeto prevê requalificação dos passeios do entorno, conferindo acessibilidade ao equipamento. Será implantado deck de concreto ao redor da lagoa, mobiliário urbano e novos sistemas de iluminação e placas de sinalização. Além disso, está previsto um totem e a construção de dois quiosques.

Estão no projeto 22 bancos, 10 lixeiras, 1.269,81 metros quadrados de piso em concreto e 70 luminárias em LED para poste. A obra tem valor estimado em R$ 2 milhões e prazo de execução de 12 meses Os recursos são do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (Dadetur).

A previsão de início das obras é logo após o término do processo licitatório, em torno de três meses, caso não haja recursos. Antes disso, deve ser assinado o convênio com o Governo do Estado. O projeto é de autoria da equipe de arquitetos da Prodesan.

O local

A Lagoa da Saudade está em área de 200 mil metros quadrados, onde as pessoas encontram tranquilidade e os pescadores vão atrás de tilápias, peixe conhecido naquelas águas calmas – onde é proibido nadar. Placa alerta sobre a possibilidade de jacarés e, mais recentemente, piranhas foram encontradas na lagoa.

Há quiosques com churrasqueira, pia e mesas, que podem ser reservados com a Administração Regional dos Morros (Avenida Santista, 740), em horário comercial. A lagoa conta com decks e bancos no seu entorno, além de equipamentos de ginástica.

Playground é opção para as crianças, que ainda podem se aventurar na ponte de madeira, que passa sobre a lagoa e dá acesso a uma área de Mata Atlântica, dedicada a caminhadas.

Todas essas atrações devem ficar indisponíveis a partir do segundo semestre deste ano, quando os trabalhos de reurbanização terão início e devem durar até a metade de 2019.

Veja Mais