Itanhaém completa 486 anos e mira o futuro

Cidade valoriza história e é destino de milhares de turistas

22/04/2018 - 08:27 - Atualizado em 22/04/2018 - 08:35

Neste domingo, 22 de abril, é comemorado o aniversário de Itanhaém. A segunda cidade mais antiga

do Brasil foi fundada em 1532, por Martim Afonso de Souza. No ano de 1561, documentos oficiais mostram a elevação à categoria de Vila.

A cidade é muito procurada por turistas durante todo o ano (Alexsander Ferraz/AT)

Versões apontam que o significado do nome da Cidade provém do tupi. O termoiitá-nha’ significa pedra que canta, ou pranto de pedra, ou pedra que chora. O nome é uma referência ao som produzido pela batida do mar sobre as pedras da orla. 

José de Anchieta

A passagem de José de Anchieta (1534-1597) na cidade, durante o período colonial, faz parte da história itanhaense. O jesuíta espanhol teve, entre suas missões, a de ensinar preceitos da fé cristã aos índios e lhes transmitir valores.

Diversos milagres foram atribuídos ao padre, canonizado oficialmente pelo Papa Francisco em 3 de abril de 2014, fato que o tornou o terceiro santo brasileiro. A Lei Municipal 3.533 instituiu feriado municipal em 9 de junho, data de seu falecimento. 

Passagem de José de Anchieta é reverenciada na Cidade (Alexsander Ferraz/AT)

Reza a lenda que a formação rochosa, popularmente conhecida como Cama de Anchieta, foi o local escolhido pelo padre para buscar repouso e inspiração. O lugar é um dos mais visitados por turistas.

Veja Mais