Guarujá sanciona lei que proíbe canudos plásticos em comércios

Cidade é a segunda da região a aprovar decisão. Lei Municipal 4.560 foi publicada no DO de sexta-feira (31)

01/09/2018 - 12:24 - Atualizado em 01/09/2018 - 12:24

Santos foi a primeira cidade a sancionar a lei contra os canudos plásticos (Foto: Rogério Soares/AT)

Estabelecimentos de Guarujá poderão pagar multa de até R$ 6.340,00 se fornecerem canudos plásticos aos clientes. A Lei Municipal 4.560 foi sancionada nesta sexta-feira (31) pelo prefeito Válter Suman (PSB) e ainda não tem data para começar a valer. Depois de Santos, essa é a segunda cidade da região a definir a proibição, visando a preservação do meio ambiente.

Agora os comerciantes precisarão buscar alternativas para substituir o plástico. Canudos de papel reciclado, de material comestível e os biodegradáveis são algumas das opções. A Prefeitura ainda tem o prazo de 180 dias (seis meses) para regulamentar todos os detalhes.

O objetivo dessa medida é diminuir o impacto ambiental provocado por esses materiais. Os canudos de plástico demoram mais de 100 anos para se decompor na natureza, além de ser um perigo para a vida marinha, já que os animais acabam ingerindo ao confundir com comida.

Veja Mais