Funcionárias ficam 'ilhadas' e dormem em escola municipal de Santos

Por conta dos alagamentos, grupo resolveu aguardar a água baixar para conseguir sair da UME Oswaldo Justo

08/03/2018 - 10:26 - Atualizado em 08/03/2018 - 11:15

Com rua cheia d'água, funcionários de UME no Chico de Paula ficam 'ilhados' (Foto: Via Whatsapp)

forte chuva que caiu na quarta-feira (7) em Santos fez com que um grupo de mulheres, sendo uma criança de 6 anos, ficasse ilhado na Unidade Municipal de Ensino (UME) Oswaldo Justo, no bairro Chico de Paula. Sem conseguir deixar a unidade, por conta do alto nível da água, elas não voltaram para casa e dormiram no local de trabalho.

Por volta das 10 horas desta quinta-feira (8), o grupo foi resgatado por uma viatura do Corpo de Bombeiros.

A Tribuna On-line apurou que as colaboradoras permaneceram na UME por conta do atraso na saída de alguns alunos, que aguardavam o transporte escolar. Quando os estudantes foram embora, às 21 horas, as vias já estavam muito alagadas, o que fez com que o grupo decidisse dormir no local.

Água ainda não baixou

Nesta manhã, antes do grupo deixar o local, o alagamento permanecia nos arredores da escola. "Para nós foi uma noite diferente. O pior é sabermos que o povo daqui (moradores do bairro) passa por isso sempre", ponderou um dos funcionários, que preferiu não se identificar.

Em nota, a Prefeitura de Santos informou que, por conta das chuvas, a UME Oswaldo Justo teve as aulas canceladas nesta quinta.

Veja Mais