Com baixa adesão, cidades da região mantém vacinação contra a febre amarela

Apenas Cubatão e Mongaguá aguardam orientações do Estado para continuar aplicando as doses

02/03/2018 - 17:10 - Atualizado em 02/03/2018 - 20:07

Na região, cerca de 574 mil pessoas tomaram a dose da vacina (Foto: Luigi Bongiovanni/AT)

Em razão da baixa adesão à campanha de vacinação contra a febre amarela, quase todas as cidades da região continuarão oferecendo a dose nos postos de saúde, no mesmo esquema do mutirão. Apenas em Cubatão e Mongaguá, por enquanto, a campanha não foi prorrogada. Na Baixada Santista, desde 25 de janeiro, cerca de 574 mil pessoas tomaram a dose. Isso representa 37% do público-alvo de 1,5 milhão estimado pelas prefeituras. 

Em Guarujá, que abriu unidades de saúde no Carnaval e fez Dia D extra no último sábado – e mesmo assim está com só 38,6% de cobertura vacinal –, as doses seguirão à disposição nos 20 postos participantes do mutirão.

Já em Santos, a meta inicial era imunizar 420 mil pessoas – praticamente toda a população da Cidade. Depois, a Prefeitura passou a usar 320 mil como referência. Na Cidade, de acordo com o secretário de Saúde, Fábio Ferraz, cerca de 113 mil munícipes já foram imunizados.  

“Em Santos, 269.961 pessoas tomaram a vacina na campanha de 1999 e outras 17.837 em 2008. Anualmente, a gente percebe uma constância de 4 mil a 5 mil pessoas vacinadas”.

Segundo Fábio, a vacinação continuará nas 22 policlínicas de segunda-feira em diante, enquanto durarem os estoques. 

Em São Vicente, a campanha também continuará nas 24 unidades básicas de saúde, de segunda a sexta-feira, das 9h às 15h30. Neste sábado (3), dois postos volantes serão montados em pontos estratégicos do Município: um em frente a Prefeitura (Rua Frei Gaspar, 384) e outro na Subprefeitura da Área Continental (Avenida Deputado Ulisses Guimarães, 211, no Jardim Rio Branco) que vão funcionar das 9h às 17 horas. 

Desde o início da campanha na Cidade, mais de 105 mil doses da vacina foram aplicadas. Mesmo assim, o número de pessoas imunizadas contra a doença ainda é considerado baixo.

A coordenadora de Saúde da Criança, da Secretaria da Saúde, Ana Lúcia Ramos Barbosa Passarelli, disse que os postos volantes têm incentivado as pessoas a procurarem pela vacina. “É uma boa oportunidade para quem não consegue ir às unidades de saúde”.

Já em Praia Grande, segundo a Administração Municipal, já foram vacinadas 80 mil pessoas durante a campanha. Na Cidade, as doses continuarão sendo aplicadas em todas as unidades de saúde, de 5 a 9 de março, das 9h às 16 horas. 

Em Peruíbe, a campanha vai continuar, das 9 às 15 horas, até que os estoques das vacinas fracionadas cheguem ao fim. A Prefeitura informou ainda que já aplicou mais de 30 mil doses 

Em Cubatão, onde foram imunizadas 34.978 pessoas, a definição pela continuidade da campanha depende de uma posição dada pela Secretaria de Saúde. Se houver prorrogação, as doses seguirão sendo aplicadas nos postos de vacinação da Cidade.  

Já em Bertioga, a campanha segue até 19 de março, em todas as unidades básicas de saúde. Na Cidade, até esta quinta-feira, foram imunizadas 22.291 pessoas. A meta é vacinar 46 mil pessoas. 

Litoral Sul 

Em Mongaguá já foram aplicadas 28.626 doses. Mas a estimativa era de vacinar 47 mil pessoas. Na Cidade, até o momento não há orientações por parte da Vigilância Epidemiológica do Estado para a prorrogação da campanha. 

Em Peruíbe, a campanha segue por tempo indeterminado. Na Cidade, as doses seguem sendo aplicadas em todos os postos de saúde, das 9h às 15 horas.  

Já em Itanhaém, a campanha segue até 19 de março, com postos funcionando de segunda a sexta-feira, das 8h às 16 horas. 

Veja Mais