Após fiscalização, Procon retorna à travessia de barcas e constata reparos

Coordenador da entidade chama a atenção, no entanto, para o vandalismo no local

11/09/2018 - 12:07 - Atualizado em 11/09/2018 - 12:07

Entre as melhorias executadas estão a substituição de placas e do piso tátil do terminal (Foto: Luigi Bongiovanni/AT)

Pouco mais de um mês após a última fiscalização realizada na travessia de barcas, no lado de Santos, fiscais do Procon retornaram ao terminal do lado santista, na manhã desta terça-feira (11), para verificar se as melhorias solicitadas na primeira vistoria, no final de julho, foram atendidas. 

 

Conforme informações do coordenador do Procon, Rafael Quaresma, boa parte dos pedidos feitos pelo órgão já foi atendida. Ele chama a atenção, no entanto, para a postura de alguns usuários, que mesmo após reparos, já teriam vandalizado, principalmente, os banheiros do terminal, que já haviam sido higienizados e reparados pelo pessoal da Dersa, concessionária responsável pelo serviço de travessias. 

“Concedemos um prazo de 30 dias para que eles fizessem as melhorias no serviço, que eram intervenções pontuais. De tudo que elencamos, quase a totalidade dos serviços já foi atendida. Mas, o que temos percebido é que os próprios usuários acabam não auxiliando na conservação do patrimônio, danificando aquilo que já foi reparado”. 

Segundo Quaresma, funcionários da Dersa teriam admitido que itens do banheiro, como prateleiras, que estavam danificadas e foram consertadas, já precisaram ser substituídas inúmeras vezes, em razão da ação de vândalos. 

“Não adianta o Procon cobrar melhorias do serviço se os próprios usuários não tiverem essa conscientização. Soubemos de um caso que um usuário chegou a jogar no mar coletes salva-vidas. Quem acaba se prejudicando com atitudes como essa é o próprio consumidor”, lamenta. 

Entre as melhorias já executadas, e cobradas durante a vistoria realizada pelo Procon em julho estão a instalação do piso tátil para portadores de deficiência visual, a higienização da fachada, dos toldos do terminal e também dos banheiros, além da substituição de placas de sinalização e o conserto da fachada. 

“As ferragens que estavam expostas também já foram reparadas. Restam agora a instalação das vidraças frontais e traseiras, que já estão sendo providenciadas, além do reforço e substituição da iluminação no local. No lado de Guarujá as lâmpadas já foram trocadas por versões de LED. Aqui, esse mesmo serviço também será executado”, comenta. 

Uma nova vistoria está prevista para ocorrer no final de setembro, ainda do lado de Santos. A previsão é que ainda este mês, uma nova barca comece a operar na travessia entre Santos e Vicente de Carvalho, em Guarujá.  

A nova embarcação terá capacidade para atender 430 passageiros. Com o reforço, subirá para cinco o número de embarcações na travessia de passageiros.

LEIA MAIS

<