Após assaltos, Polícia Rodoviária manterá operações nos próximos feriados

Nos últimos dias houve dois roubos em Cubatão, um deles na interligação Anchieta-Imigrantes

13/09/2017 - 08:40 - Atualizado em 13/09/2017 - 08:53

Polícia diz que promove operações em locais com maior índice de roubos (Foto: Alberto Marques/AT)

A Polícia Militar Rodoviária (PMR) promete manter, nos próximos feriados prolongados, operações especiais no Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI) para tentar diminui a ação de ladrões nas rodovias. Porém, mesmo com efetivo direcionado aos roubos, o feriado prolongado da Independência foi marcado por mais atos criminosos nas estradas. 

Na quinta (7) e na sexta-feira (8) passadas, início do feriadão, houve roubos na interligação das rodovias Anchieta e Imigrantes e na Rodovia Cônego Domênico Rangoni, ambos em Cubatão. No primeiro assalto, um motorista de 35 anos dirigia um Ford Ka quando foi surpreendido no meio da pista por dois marginais armados. Teve de entregar o veículo.

No segundo, foi a vez de um funcionário da Ecovias ser roubado. Acionado para atender um suposto chamado de apoio, a vítima dirigiu-se ao local solicitado, mas ao chegar se viu diante de uma cilada. Dois assaltantes, um deles com uma pistola, renderam o funcionário da empresa. 

Prisões

Em resposta, a Polícia Militar Rodoviária cita que, durante o feriado, dois indivíduos foram presos em flagrante nas rodovias da Baixada Santista por porte ilegal de arma. Eles são suspeitos de cometer outros roubos na região.

Além disso, outros três roubos foram registrados em Cubatão, inclusive o roubo ao agente da Ecovias. “Ambos estão sendo investigados pelo 1º e 2º DPs do Município, sendo que dois suspeitos foram reconhecidos fotograficamente pelas vítimas e um veículo já foi recuperado”.

O capitão Paulo Siqueira, da PMR, afirma que o planejamento para feriados é diferenciado, com operações programadas e empenho de policiais extras, que estariam de folga. Ele lembra que, na Independência, desceram mais de 400 mil veículos, recorde do ano, e considera que o trabalho policial foi bem-sucedido.

“Meu empenho de viaturas é de acordo com o sistema de inteligência. O nosso problema principal na região é em Cubatão. No feriado prolongado, coloquei duas equipes em motos e duas do TOR (Tático Ostensivo Rodoviário) e prendemos indivíduos em motocicleta com arma longa”, afirma Siqueira.

Siqueira menciona que o emprego de motos no policiamento rodoviário facilita a perseguição aos ladrões, que na fuga entram em locais onde as viaturas não conseguem ingressar. “Vão para a área de matagal. Inclusive, na frente da Vila dos Pescadores tinha uma ponte improvisada que eles usavam na fuga, e nós pedimos para a Ecovias retirar”.

O capitão alega que a mesma operação não é possível em todos os finais de semana, mas será repetida em 12 de outubro, Dia de Nossa Senhora Aparecida. Ele ressalta a importância de se registrar boletim de ocorrência em caso de roubo. “É essencial para nós porque, no momento que planejarmos determinado tipo de operação, isso vai servir de base e nos dar elementos importantes de quem está praticando”.

Boletim: base

A PMR promove operações em locais com maior índice de roubos nas estradas, de acordo com informações apontadas em boletins de ocorrências. Ou seja, maior quantidade de viaturas é enviada para os pontos com mais registros.

Por isso, é importante que a vítima sempre registre queixa. Os BOs também ajudam a polícia a ter mais elementos para ficar alerta, como a quantidade de indivíduos, as características deles e os veículos e armas utilizados nos assaltos.

Veja Mais