Após as férias de julho, linha turística e bonde sofrem alterações em Santos

Atrações tiveram dias e horários modificados devido ao término da temporada de inverno

01/08/2017 - 15:03 - Atualizado em 01/08/2017 - 15:03

Ingressos para os passeios de bonde são vendidos
no Museu Pelé (Foto: Marcelo Martins/ PMS)

Com o término da temporada de inverno na região, os horários da Linha Turística do Bonde e o city tour da Linha Conheça Santos sofreram alterações.

Já nesta terça-feira (1º), os bondes tradicionais (escoceses e português) passarão a funcionar no Município de terça a sexta-feira, das 11 às 17 horas, com intervalos de uma hora.

Durante as sextas-feiras, o Bonde Café circulará pela cidade, com saída a cada uma hora, entre o horário das 13h30 às 16h30.

Aos sábados, os horários também sofrerão alterações. Os bondes tradicionais passarão a circular a cada meia hora, das 11 às 17 horas, enquanto o Bonde Café continua a circular a cada 60 minutos das 11h50 às 16h50. Aos domingos, os bondes elétricos saem a cada uma hora, das 11 às 17 horas, no mesmo momento em que acontece o funcionamento do Bonde Café, também com intervalo de uma hora, das 12h30 às 16h30.

Ingressos

O ponto de embarque para o passeio fica na Estação do Valongo e os ingressos são vendidos no Museu Pelé. A passagem custa R$ 6,50, com meia-entrada para professores, estudantes e maiores de 60 anos – crianças até 5 anos, no colo, não pagam ingresso.

Linha Conheça Santos

Outro passeio que sofre alterações com o fim da temporada de inverno é a Linha Conheça Santos. O city tour panorâmico com guia de turismo, que conta sobre a história local e seus pontos turísticos, além de ter parada para visitação em um local diferente a cada semana, será realizado aos sábados, domingos, feriados e pontos facultativos, com saída às 10 horas e 14 horas.

O micro-ônibus sai do Posto de Informações Turísticas (PIT) do Gonzaga, que funciona no Posto de Salvamento 3.

O ingresso para o city tour custa R$ 12,00 e a quantia deve ser paga diretamente ao motorista.

Veja Mais