TSE adia licitação de urnas e impressoras

Uma das empresas solicitou a renegociação do valor final da compra

13/01/2018 - 12:02 - Atualizado em 13/01/2018 - 12:06

Urnas e impressoras seriam para as eleições
presidenciais desse ano (Foto: Divulgação)

O pregão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para a compra de urnas e impressoras foi suspenso nesta sexta-feira (12). Elas seriam usadas nas eleições deste ano. Uma das empresas solicitou renegociar o valor final e o pregoeiro permitiu, de forma que o leilão será retomado na segunda-feira, às 13 horas. 

Pela manhã, houve protesto em frente ao tribunal contra a licitação. Os manifestantes dizem que a impressão do voto "é obrigação legal, não uma concessão do TSE". 

Em nota, o tribunal disse que "respeita toda e qualquer manifestação". As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Veja Mais