Piloto é acusado de agredir funcionária no aeroporto de Guarulhos

O voo AA930, que sairia para Miami às 22h15, foi cancelado

08/03/2018 - 17:20 - Atualizado em 08/03/2018 - 17:27

A American Airlines disse não comentar assuntos 
relacionados aos seus funcionários (Divulgação)

Um piloto norte-americano da companhia aérea American Airlines foi acusado de agressão a uma funcionária da mesma empresa, que atua como agente de tráfego no aeroporto de Guarulhos. O piloto chegou a ser detido nesta quarta-feira (7) pela Polícia Federal. O voo AA930, que sairia para Miami às 22h15, foi cancelado.

A mulher sofreu a agressão após discussão com o piloto no túnel que serve de acesso ao avião, no momento em que a aeronave era preparada para receber os passageiros. O homem foi detido pela Polícia Federal e teve seu passaporte retido. Ele foi liberado, na madrugada, após assinar um termo circunstanciado. O piloto vai responder por ofensa à integridade corporal ou à saúde de outrem, cuja pena varia de três meses a um ano de prisão.

Os passageiros prejudicados pelo voo cancelado estão sendo acomodados em outras aeronaves ao longo do dia desta quinta-feira (8), de acordo com a American Airlines. Eles foram acomodados em hotel e receberam vouchers de refeições. A companhia informou que coopera com as autoridades encarregadas do caso e fornece apoio aos membros da equipe.

“A American Airlines não comenta assuntos relacionados aos seus funcionários, mas estamos levando este incidente de forma extremamente séria. Esta é uma investigação legal e estamos cooperando plenamente com as autoridades”, informou, em nota.

Veja Mais