Produtor adianta como será conteúdo extra de 'Terra-Média Sombras da Guerra'

Ele também revela curiosidades do processo de desenvolvimento do novo jogo da franquia

20/10/2017 - 21:16 - Atualizado em 20/10/2017 - 21:24

O público pode esperar uma expansão de Terra-Média Sombras da Guerra. Apesar de o jogo oferecer cinco zonas bem amplas para exploração, muitas opções de customização dos personagens e de mal ter chegado ao mercado – seu lançamento ocorreu no último dia 10 para PlayStation 4, Xbox One e PC -, o produtor Andy Salisbury diz que, em breve, serão disponibilizadas duas tribos inéditas dentro do sistema Nêmesis.

De acordo com ele, a ideia é aprimorar cada vez mais a plataforma, que foi projetada especialmente para a sequência de Sombras de Mordor – ela cria inúmeras variações dos líderes das tropas de orcs de Sauron para o jogador derrotar ou formar alianças. “Assim, a mesma pessoa acaba tendo experiências diferentes ao longo do game. Já fizemos um cálculo e, sem a atualização que citei, o sistema consegue criar mais de mil orcs distintos, com base nos tipos de tribo, de personalidade, de visual e de classe”.

Salisbury observa que o retorno da comunidade de jogadores em relação ao Nêmesis tem sido bastante positivo. “É o que as pessoas mais comentam nas mensagens que recebemos. Isso nos deixa com a sensação de dever cumprido”, afirma o produtor, que participou da Brasil Game Show (BGS), em São Paulo.

 

>> Veja o review de Terra-Média Sombras da Guerra

 

Processo de desenvolvimento

A produção de Sombras da Guerra levou três anos e começou logo após a estreia de Sombras de Mordor em 2014. Segundo Salisbury, a equipe de desenvolvedores aumentou consideravelmente entre um jogo e outro. “Nós aprendemos demais no decorrer desse processo todo e sempre trabalhamos junto com o staff responsável pela obra do Tolkien. Por enquanto, não pensamos em um terceiro Terra-Média. Queremos explorar ao máximo as possibilidades oferecidas pelo Sombras da Guerra”.

O produtor acrescenta que, no novo game, a tecnologia usada para capturar as expressões faciais de pessoas – para deixar a modelagem dos personagens ainda mais realista - passou por um aperfeiçoamento. E por mais que não pareça, o recurso também é adotado na programação dos orcs, pois ajuda a tornar mais convincentes principalmente os movimentos labiais dessas criaturas.  

Aí vai outra curiosidade: Salisbury explica que a localização (dublagem e legendagem) costuma ser realizada em paralelo ao desenvolvimento do game. “Além do inglês, Sombras da Guerra tem versões em português, italiano, alemão, espanhol e russo. Toda vez em que terminávamos de criar uma parte nova do jogo em inglês, aquele trecho era traduzido para os outros cinco idiomas. Havia até um quadro para administrar isso”, conclui.

 

Veja Mais