PlayStation 5 vai depender da realidade virtual e da computação em nuvem

Informações foram dadas por desenvolvedores badalados de jogos em revistas inglesas

13/02/2018 - 14:11 - Atualizado em 13/02/2018 - 14:12

É fato: a atual geração de consoles ainda tem muito a oferecer. Mas, como em qualquer indústria, assim que um produto é lançado, o seu sucessor já começa a ser desenvolvido. No caso da Sony, o PlayStation 5 parece já ter algumas diretrizes bem claras.

Pelo menos é o que indicou o desenvolvedor Harold Vancol, diretor criativo da Grab Games, em entrevista para a revista oficial do PlayStation no Reino Unido. De acordo com ele, o sucessor do PlayStation 4 será dependente de tal forma da realidade virtual que dificilmente alguém vai querer ter o novo console sem os óculos PlayStation VR.

Apesar de não explicar o porquê de citar o aparelho, que nem foi anunciado oficialmente pela Sony, Vancol diz que o fortalecimento da parceria entre os dispositivos é de se esperar ainda mais que, hoje em dia, a primeira geração do PlayStation VR já atingiu o patamar desejado: tem uma quantidade considerável de jogos e os óculos – pelo menos fora do Brasil - estão com preços mais acessíveis do que a maioria dos rivais.

“Hoje, comprar o headset pode quase ser como comprar um novo console. Mas, no futuro, o PlayStation 5 e o PlayStation VR deverão ser considerados essenciais juntos”, afirmou.

A aposta se deve à repercussão da primeira geração do PlayStation VR. (Foto: Divulgação)

Tecnologia em nuvem

Outro indício do que podemos esperar da próxima geração de videogames foi dado por Hajime Tabata, diretor de Final Fantasy XV, em entrevista para a revista oficial do Xbox do Reino Unido. Segundo o desenvolvedor, do mesmo jeito como está acontecendo com músicas, filmes e seriados, os futuros consoles serão totalmente focados na computação em nuvem.

Ao ser questionado sobre como será a próxima geração de aparelhos de videogame, Tabata disparou: "Eu ainda não sei ao certo como será, mas é de se esperar que todos os jogos ficarão armazenados na nuvem”.

Veja Mais