Hackers conseguem rodar no Switch jogos de Nintendo 64, GameCube, DS e Virtual Boy

Enquanto isso, a Nintendo faz reuniões para apresentar seus planos para o futuro do console

11/07/2018 - 19:58 - Atualizado em 11/07/2018 - 20:00

Por mais que a Nintendo tenha acabado de reforçar a segurança do Switch com uma atualização, os hackers não desistem. Os piratas virtuais já conseguiram driblar o update e voltaram a postar vídeos na web com o console rodando games de aparelhos antigos da Big N.

O hacker Mizumi, por exemplo, divulgou imagens do Switch executando jogos do GameCube e do Nintendo 64. Estão na lista Super Smash Bros. Melee (o título de GameCube aparece sem som e meio desacelerado) e Pokémon Snap, de 64.

Mas não para por aí. Alguns jogadores também têm obtido sucesso ao tentar reproduzir no Switch games de portáteis da Big N, como DS e Virtual Boy.

Este é o laboratório de um dos hackers que driblaram a segurança do Switch. (Foto: Reprodução)

Cronograma de lançamentos

Em recente reunião, acionistas da Nintendo mostraram preocupação quanto aos jogos anunciados para chegar ao Switch até o fim do ano. Para eles, há chances de a lista de títulos não conseguir manter as boas vendas do console.

Mas, no mesmo encontro, os acionistas foram tranquilizados com a informação de que a Big N ainda tem cartas na manga, pois não tornou públicos todos os games de Switch que vão invadir o mercado no segundo semestre.

Já em evento voltado para investidores no fim de junho, a Nintendo disponibilizou outro dado importante: sua meta de consolidar o Switch como uma plataforma que valoriza os jogos indies.

De acordo com Shinya Takahashi, gerente executivo da Big N, a empresa tem contatado desenvolvedores ao redor do globo, para continuar lançando no Switch uma quantidade considerável de games independentes. O objetivo é adicionar de 20 a 30 títulos do gênero toda semana.

Veja Mais