Entre erros e acertos, 'Fifa 18' faz bonito e bate de frente com o 'PES 2018'

Jogo traz o modo A Jornada e o Ultimate Team como destaques. Mas tem só 16 times brasileiros

18/10/2017 - 22:28 - Atualizado em 18/10/2017 - 22:53

Se o Pro Evolution Soccer (PES) 2018 veio jogando pesado, o Fifa 18 não ficou por baixo e botou o seu time em campo em grande estilo. Afinal, a EA Sports pegou tudo o que já havia de bom na edição anterior do game e deixou ainda melhor.

No novo Fifa, fica evidente o quanto o motor gráfico Frostbite pode realçar o visual de um jogo de esporte, com imagens e efeitos de iluminação bem realistas - de encher os olhos - e um maior detalhamento dos atletas. Falando especificamente da torcida, ela está mais diversa e interativa, só que, mesmo com tamanho avanço, de vez em quando não convence muito. 

Vale lembrar que o Frostbite foi usado inicialmente nos games da série Battlefield e depois adotado no Fifa 17. Mas seu verdadeiro poder apenas pode ser sentido nas versões deste ano do simulador de futebol que foram lançadas para PlayStation 4, Xbox One e PC – infelizmente, a performance do motor gráfico no Xbox 360 e no PlayStation 3 não é tão expressiva assim.

A jogabilidade do Fifa 18 está mais devagar, o que faz com que o game fique mais cadenciado e técnico. E isso não significa que os jogadores menos experientes terão dificuldade para se adaptar à nova versão do simulador de futebol. Muito ao contrário. Ela está superacessível e envolvente.

Também para incrementar o gameplay, a EA Sports introduziu um sistema diferenciado de passes. Nele, dá para mirar antes de chutar a bola para alguém do time.

 

>> Veja os 15 minutos iniciais do modo A Jornada: A Volta de Hunter

 

Carros-chefes

Os principais atrativos do Fifa 18 são, sem dúvida, o modo A Jornada e o Fifa Ultimate Team (FUT). No primeiro, o público tem a chance de descobrir o que aconteceu com o atleta fictício Alex Hunter após sair da categoria de base e se destacar como jogador profissional.

Essa continuação do modo história, curiosamente, começa no Rio de Janeiro com uma partida de futebol na periferia. Na sequência, Hunter vai disputar uma temporada nos Estados Unidos e na Europa e interage com grandes astros, como Cristiano Ronaldo, que estampa a capa do Fifa 18.

Ao longo de A Jornada, você tem a chance de moldar não só as redes sociais como a personalidade de Hunter, entre um comportamento mais ousado, tranquilo ou equilibrado. E dá para personalizar sua aparência, modificando o corte de cabelo, as roupas, os acessórios e até incluir tatuagens no seu visual.

Detalhe: no Fifa 18, A Jornada está com legendas e dublagem em português. Mas, em certos momentos, os personagens gringos aparecem falando em inglês com Hunter, que, por mais estranho que soe, responde para eles em português. 

Quanto ao Ultimate Team, ele passa a contar com desafios diários e com o modo Squad Battle, que promove disputas de equipes espalhadas pelo mundo, o que resulta em um ranking global e em um monte de recompensas.

O FUT também traz jogadores clássicos em diferentes versões durante as suas carreiras. Por exemplo, Ronaldo Fenômeno está disponível nas caracterizações das copas de 1994, 1998 e 2002.

 

>> Veja o futebol feminino do Fifa 18: Holanda contra Canadá

 

Mais opções de jogo

O que não faltam no Fifa 18 são opções de jogo. Além das partidas tradicionais, do FUT e de A Jornada, há o Modo Carreira, que recebeu um upgrade bacana, e a Copa Internacional de Futebol Feminino. 

O destaque no Modo Carreira vai para quando você atua como manager de um clube: agora é possível cumprir um número maior de objetivos comerciais, definir cláusulas de contratos e salários de atletas e negociar suas transferências de forma mais interativa. Tudo acompanhado de animações caprichadas.

O multiplayer é outro ponto forte do Fifa 18. Ele reserva amistosos on-line, temporadas 1 contra 1 ou, então, cooperativas. Fora o Pro Clubs, modo no qual o jogador se associa a, pelo menos, um amigo para comandar um time (que pode ser criado por eles) em embates que chegam à configuração de 11 contra 11. 

 

>> Veja trecho do jogo do Santos contra o São Paulo com escalação genérica

 

Brasileirão e outros campeonatos

Algo em que o PES 2018 fica bem na frente é no fato de oferecer uma quantidade bem maior de torneios de futebol famosos nos cinco continentes. Para completar, enquanto o jogo da Konami tem alguns estádios nacionais e todos os times do Brasileirão, o Fifa 18 não possui nenhum estádio aqui do País e conta apenas com 16 equipes, que, como de costume, estão com escalações genéricas.

Os clubes são os seguintes: Santos, São Paulo, Sport, Vitória, Atlético-GO, Atlético-MG, Atlético-PR, Avaí, Botafogo, Chapecoense, Coritiba, Cruzeiro, Fluminense, Grêmio, Palmeiras e Ponte Preta.

O jogo tem versões para PlayStation 3 e 4, Xbox 360 e One, PC e Nintendo Switch. Mais uma vez, as partidas são narradas por Tiago Leifert e Caio Ribeiro, que, neste ano, gravaram mais de 7 mil falas novas para o game.



 

Veja Mais