Juliás Fuks e Arnaldo Antunes estão entre vencedores do 58º Prêmio Jabuti

Quatro autoras de Santos eram finalistas ao prêmio, em três categorias, mas não levaram

12/11/2016 - 18:07 - Atualizado em 12/11/2016 - 19:00

Julián Fuks foi um dos convidados do festival santista
Tarrafa Literária deste ano (Foto: Divulgação)

Não foi dessa vez. Com indicações em três categorias do 58º Prêmio Jabuti, Santos não emplacou ninguém este ano. No ano passado, dois autores da Baixada Santista venceram este que é o mais tradicional prêmio literário brasileiro: Maria Valéria Rezende, com o romance "Quarenta Dias" (Alfaguara); e o poeta Manoel Herzog com "A Comédia de Alissia Bloom" (Patuá). 

As finalistas nesta edição do prêmio foram Helena Gomes e Susana Ventura, com o livro Contos Mouriscos (Callis Editora), na categoria Adaptação; Adriana Carranca, com "Malala - A Menina que Queria ir para a Escola (Companhia das Letras), em Infantil; e Lavínia Silvares, com "Nenhum homem é uma ilha – John Donne e a poética da agudeza” (Unifesp).

Entre os vencedores nas principais categorias do 58º Prêmio Jabuti, estão o paulistano Julián Fuks (que participou da 8ª Tarrafa Literária, este ano, em Santos), com o romance "A Resistência" (Companhia das Letras), e Arnaldo Antunes, na categoria Poesia, com "Agora Aqui Ninguém Precisa de Si" (Companhia das Letras). Os dois levam R$ 3.500,00 cada.

Além destes, veja, abaixo, os vencedores deste anos, nas outras principais categorias:


Contos e Crônicas

1º - "Amora" (Não Editora), de Natalia Borges Polesso

2º - "As Mentiras que as Mulheres Contam" (Objetiva), de Luís Fernando Veríssimo

3º - "Eles Não Moram Mais Aqui" (Editora Patuá), de Ronaldo Cagiano

In Memoriam - "Jeito de Matar Lagartas" (Companhia das Letras), de Antonio Carlos Viana

Reportagem/Documentário

1º - "Cova 312" (Geração), de Daniela Arbex

2º - "A Outra História da Lava-Jato (Geração), de Paulo Moreira Leite

3º - "A Noite do Meu Bem" (Companhia das Letras), de Ruy Castro

Infantil

1º - Inês (Companhia das Letras), de Roger Mello

2º - "Lá e Aqui" (Zahar), de Odilon Moraes e Carolina Moreyra

3º - "A Divina Jogada" (Editora Nós), de José Santos 

Veja Mais