Regulamento

1. O TORNEIO
1.1. O 59º A Tribuna de Tênis será realizado entre os dias 22 de setembro e 10 de outubro de 2018, nas dependências da Associação Atlética dos Portuários de Santos, Clube de Regatas Saldanha da Gama, Santos Atlético Clube e Tênis Clube de Santos.

2. PROGRAMAÇÃO
2.1. Período dos jogos

De 22 a 30 de Setembro - Categorias simples adulto
De 1 a 10 de Outubro - Categorias infantojuvenil e duplas
Dias 30 Setembro e 6, 7 de Outubro - Categorias 7/8 e 9/10 anos
Dia 29 de Setembro - Categoria duplas rotarianos

Importante: Em caso de chuva ou qualquer outro impedimento, a programação poderá ser alterada.

2.2. DATAS GERAIS

DIA

EVENTO

HORÁRIO

15/08

Abertura das inscrições

12h

25/08

Encerramento das inscrições

13h

05/09

Congresso técnico

19h30

22/09

Cerimônia de Abertura

10h30

10/10

Cerimônia de encerramento e premiação

20h30

*Programação sujeita a alteração, sempre com aviso prévio aos representantes das agremiações.

 

3. CATEGORIAS

CATEGORIAS

Infantojuvenil

7/8 anos

Masculino e Feminino

9/10 anos

Masculino e Feminino

11/12 anos

Masculino A e B e Feminino

13/14 anos

Masculino A e B e Feminino

15/16 anos

Masculino A e B e Feminino

17/18 anos

Masculino e Feminino

Adulto - Simples

19/34 anos

Masculino e Feminino

35/44 anos

Masculino e Feminino

45/54 anos

Masculino

45+

Feminino

55+

Masculino

35+ anos

Masculino e Feminino Principiante

, 2ª e 3ª classe

Especial Masculino

Duplas

19 +

Feminino

19/44 anos

Masculino

45+

Masculino

, 2ª e 3ª classe

Especial

19/44 anos

Mista

45+

Mista

---------

Rotary*

 

4. INSCRIÇÕES

4.1. Taxa e período de inscrições
As taxas de inscrição para o torneio serão de R$ 70,00 (setenta reais) para categorias simples e R$ 140,00 (cento e quarenta reais) para duplas no período de 15 a 25 de agosto conforme dias e horários abaixo:

- Quartas, quintas e sextas das 12 as 16h e das 17 as 21h;
- Sábados das 9 às 13h;

4.2. Local e forma de pagamento
As inscrições serão realizadas de forma presencial no Tênis Clube de Santos, localizado na Rua Minas Gerais, 37, Boqueirão, Santos. Cada atleta ou responsável (obrigatório para atletas do infantojuvenil com idade inferior ou igual a 17 anos) deverá preencher e assinar o formulário de inscrição e efetuar o pagamento somente por meio de cartão de débito ou crédito.

a. Só poderão ser inscritos os tenistas vinculados a alguma entidade, portanto não será possível a inscrição de tenistas avulsos.

b. Cada inscrição dará direito a uma camiseta, já determinado o tamanho no ato da inscrição, sem direito a troca.

c. Os clubes, academias e agremiações poderão inscrever até 4 (quatro) professores com isenção de taxa, mediante a solicitação via ofício da entidade participante para o e-mail torneios@atribuna.com.br, comprovando o vínculo do profissional e o número do CREF, obedecendo o número de 4 gratuidades por entidade, sem este documento a inscrição do professor não será aceita.

d. A inscrição será considerada válida somente com a entrega do formulário de inscrição e a respectiva efetivação de pagamento.

e. As inscrições da categoria duplas Rotarianos deverão ser feitas no Tênis Clube de Santos no dia 29 de Setembro a partir das 8h30 da manhã.  Em seguida será realizado o sorteio das duplas, dando início aos jogos. 

4.3. Devolução da taxa de inscrição
O tenista só terá direito a devolução da taxa de inscrição caso não haja o número mínimo de tenistas para realização da chave (quatro participantes).

4.4. Cancelamento de inscrição
Caso o tenista tenha efetuado o pagamento, o cancelamento feito pelo mesmo não dará o direito de devolução.

5. CATEGORIAS E REGRAS DE PARTICIPAÇÃO
a. Tenistas de 7 a 10 anos poderão jogar apenas em suas respectivas categorias.

b. Nas categorias do infantojuvenil (11 a 16 anos) o tenista poderá se inscrever somente em uma categoria, sendo ela a sua ou uma acima. Com exceção dos tenistas com 15 anos ou mais, ranqueados na 1ª, 2ª ou 3ª classes da Federação Paulista de Tênis, que estarão aptos também a participar da categoria especial. 

c. Os Tenistas inscritos na categoria adulto poderão jogar no máximo 3 categorias sendo elas 2 simples e 1 dupla ou 2 duplas e 1 simples.  Os que optarem por participar de 2 categorias poderão ser chamados para jogos no mesmo dia. 

d. Cada tenista (categoria adulto) poderá ser inscrito em sua categoria de simples (faixa etária ou especial se for 1ª, 2ª ou 3ª classe), e na categoria abaixo da sua.

e. Os campeões e vice-campeões da categoria principiante do ano anterior (masculino e feminino), não poderão mais participar desta categoria. O atleta que se inscrever nesta condição não poderá participar do torneio e não terá direito a devolução da taxa. 

f. Os professores e técnicos só poderão jogar na categoria especial: simples e duplas.

5.1. Categoria Especial
a. A categoria especial (simples e duplas) tem por objetivo apontar os melhores tenistas da Região Metropolitana da Baixada Santista.

b. A categoria Especial (Simples e Duplas) está restrita a participação de professores, técnicos e tenistas oficialmente ranqueados na 1ª, 2ª e 3ª classe da Federação Paulista de Tênis, a partir de 15 anos de idade completos em 2018.

c. Os atletas de 1ª, 2ª e 3ª classe da Federação Paulista de Tênis de 15 a 18 anos, poderão participar da categoria especial simples e da categoria simples relativa à sua faixa etária.

6. PREMIAÇÕES
a. Serão oferecidos troféus para os campeões e vice-campeões e medalhas ao terceiro lugar de cada categoria infantojuvenil. 

b. Nas categorias adulto serão oferecidos troféus aos campeões e vice-campeões, não havendo disputa de terceiro lugar, porém os semifinalistas pontuarão igualmente para seus clubes e academias.  

c. Nas categorias 7/8 e 9/10 anos serão oferecidos troféus aos campeões e vice da chave e medalha ao terceiro e quarto lugar.  Na chave de consolação serão premiados com medalhas o campeão, o vice , o terceiro lugar e o quarto lugar . 

d. A categoria especial simples masculina terá premiação em dinheiro. Sendo Campeão R$ 300,00 e Vice-Campeão R$ 150,00

e. A agremiação campeã geral do torneio conquistará simbolicamente o troféu VALDEMAR RODRIGUES DE SOUZA “VADICO”. A posse definitiva do troféu só ocorrerá após a conquista do torneio por 3 (três) vezes. 

Para efeito de contagem, onde será definido o Campeão Geral do Torneio, serão validadas todas as categorias, conforme pontuação a seguir:

CLASSIFICAÇÃO

PONTUAÇÃO

Campeão

8

Vice-campeão

4

3º Lugar (infantojuvenil)
Semifinalistas das Categorias Adulto

2

4º lugar (infanto juvenil)

1

 

Obs.: Na categoria de duplas cada jogador receberá pontuação individual. Sendo esta, dividida por 2. Exemplo: Campeão 8 pontos, sendo 4 pontos para cada jogador.

f. O desfile de abertura contemplará com 8 pontos a agremiação que comparecer ao evento.

7. REGRAS GERAIS DO TORNEIO
a. Ao participar deste evento, o atleta cede todos os direitos de utilização de sua imagem, renunciando ao recebimento de qualquer renda que vier a ser auferida com direitos a televisão, rádio, jornal ou qualquer outro tipo de transmissão.

b. O atleta assume a responsabilidade por seus dados fornecidos, aceita totalmente este regulamento, assume as despesas de transporte, hospedagem e alimentação, seguros e quaisquer outras despesas necessárias ou provenientes da sua participação no torneio.

c. O regulamento completo pode ser consultado no site do torneio www.atribuna.com.br/tenis.

d. É de inteira responsabilidade do tenista, consultar a programação com os dias e horários dos seus jogos. A cobertura completa com as chaves da competição e programação dos jogos estará disponível diariamente no site www.atribuna.com.br/tenis, no Jornal A Tribuna (versão impressa) e nos murais de informação dos clubes sede.

e. Em nenhum momento será de responsabilidade da Organização entrar em contato com qualquer atleta para informar a tabela dos jogos.

8. REGRAS ESPECÍFICAS DO TORNEIO
a. Para definição dos cabeças de chave será adotado o seguinte critério: Ranking da CBT, Ranking da FPT, A Tribuna (2017) e por último critério técnico.

b. Para a confecção das chaves será utilizado um programa de computador específico.

c. A programação de jogos, horários e chamadas é de inteira responsabilidade do árbitro geral e da Organização.

d. A categoria 7/8 anos masculino e feminino será disputada pelo sistema de chave eliminatória, porém será permitindo ao perdedor da 1ª rodada jogar uma chave de consolação. Haverá premiação também para a chave de consolação. A bola usada nesta categoria será a Stage 2 (laranja) e a quadra tamanho no formato Play and Stay.

e. Todos os jogos da categoria 7/8 anos masculino e feminino serão disputados em 1 set de 8 games, 40/40 NO AD, em caso de empate 7/7, vai à 9 e se empatar em 8/8, tie-break.

f. A categoria 9/10 anos jogará com a bola Stage 1 (verde) e a quadra tamanho normal. Também será jogado pelo sistema NO AD. 2 sets com TIE BREAK e o terceiro set será jogado um MATCH TIE BREAK.

g. As demais categorias serão disputadas em eliminatória simples. Todas as partidas serão disputadas em melhor de 03 (três) sets, com VANTAGEM, sendo os dois primeiros decididos pelo sistema de TIE BREAK, caso haja empate em 6 a 6 no set. No terceiro set será jogado um MATCH TIE BREAK.

h. Nas categorias de duplas as disputas serão em melhor de 03 (três) sets, sendo os dois primeiros realizados em games SEM VANTAGEM (NO-AD). O recebedor é quem escolhe o lado que irá receber. Nas duplas mistas, o recebedor será do mesmo sexo do sacador. Caso haja necessidade de desempate, o 3º set será disputado em um "MATCH TIE BREAK". 

i. Em caso de atraso nas rodadas por motivos de chuva, o árbitro geral poderá excepcionalmente realizar jogos utilizando o "SET PROFISSIONAL", formato de disputa onde as partidas são jogadas em melhor de 8 games. Vence o jogador que alcançar 8 games com uma diferença mínima de 2 games. Em caso de empate em 7 a 7, termina em 9, e caso persista o empate em 8 a 8 será jogado um TIE BREAK (até 7 pontos) para definição do set. 

j. As finais serão jogadas em melhor de 3 sets. Se necessário os dois primeiros serão decididos  no TIE BREAK . No 3º set, a decisão será no match TIE BREAK. 

9. JOGOS
a. Os jogos poderão ser realizados em qualquer um dos clubes sede, de acordo com a necessidade da Organização.

b. Todo tenista deverá portar documento de identificação, pois se solicitado, deverá apresenta-lo na confirmação de presença que antecede cada jogo.

c. Haverá tolerância de 15 (quinze) minutos para os tenistas, contados a partir do horário marcado para o jogo.

d. O tenista deverá confirmar a presença na Sala de Organização do torneio. Será declarado perdedor o(a) tenista que não se apresentar no horário marcado. Não havendo comparecimento dos dois tenistas, ambos serão declarados perdedores por W.O.

e. Toda partida suspensa ou adiada por motivo de força maior (chuva, falta de energia elétrica, etc.) terá seu prosseguimento respeitando-se a contagem e posição em que foi interrompida. O bate-bola de aquecimento não poderá ultrapassar o tempo de 5 (cinco) minutos. 

f. Não é permitido receber instruções na quadra ou de fora dela, em nenhum momento durante a realização dos jogos. 

g. Se a partida tiver duração inferior a uma hora, independente de ser jogada em quadra descoberta ou coberta, o descanso mínimo será de 30 minutos. Se a partida tiver duração de uma a uma hora e meia em quadra descoberta o descanso mínimo será de uma hora. Se a partida tiver duração superior a uma hora e meia em quadra descoberta o descanso mínimo será de uma hora e meia.

h. Os participantes do torneio deverão comparecer e jogar com uniformes completos.

10. CÓDIGO DE CONDUTA E PENALIDADES
a. O Código de conduta foi criado para disciplinar o jogo de tênis. Suas penalidades são as seguintes:

* 1ª ofensa: Advertência;
* 2ª ofensa: Perda do Ponto;
* 3ª ofensa: Perda de game;
* 4ª ofensa: Perda de game ou desclassificação.

OBS: Dependendo da gravidade da violação cometida o tenista poderá ser desclassificado a qualquer momento, sem passar pela sequência acima descrita.  

10.1. O código está dividido nas seguintes seções:
a. Obscenidade audível: Todas as palavras obscenas ou palavrões ditos pelos jogadores em qualquer idioma.

b. Obscenidade visível: Todos os gestos ou atitudes visíveis que sejam consideras contra o pudor, a moral, os bons costumes e os direitos a honra.

c. Abuso de bolas: Todas as bolas golpeadas com força para dentro ou para fora da quadra.

d. Abuso de raquetes ou equipamentos: Qualquer atitude um pouco mais violenta utilizando raquetes ou equipamentos.

e. Abuso verbal: Toda frase que de alguma maneira desrespeite oficiais ou seu oponente ou até mesmo o público.

f. Abuso físico: Considera-se abuso físico tocar em seu oponente, oficial ou público sem autorização.

g. Instrução: Qualquer tipo de comunicação verbal ou visível entre um jogador e uma pessoa de fora da quadra (não obrigatoriamente o técnico) é considerado como instrução.

h. Invasão de quadra: Atravessar para o lado da quadra do adversário sem consentimento deste ou do árbitro.

i. Conduta Antiesportiva: Qualquer atitude proposital e que não tenha sido comentada em nenhuma outra seção se enquadra a esta. Ex.: Se um jogador ironiza sua decisão como Árbitro Geral, ao ser chamado na quadra. Deve-se ser aplicado o código por conduta antiesportiva.

j. Retardamento de jogo: Qualquer ato de um jogador visando retardar a partida. 

10.2. Dependendo da gravidade do ato cometido, um jogador poderá ser desclassificado sem passar pelo processo normal de penalidades, ou seja, ele poderá ser desclassificado mesmo se estiver cometendo sua primeira infração.

11. ARBITRAGEM
a. A arbitragem do torneio ficará a cargo de 1 (um) árbitro geral, podendo ser assessorado por árbitros auxiliares, todos devidamente aprovados pela ORGANIZAÇÃO. Em nenhuma hipótese qualquer pessoa, que não o árbitro ou seus auxiliares, poderão exercer este cargo. Os árbitros poderão designar auxiliares para exercer a função de juízes de cadeira.

b. O árbitro poderá a qualquer momento colocar juiz de cadeira em qualquer jogo que julgar necessário, independente de pedido de qualquer jogador.

c. No caso de violações de código de conduta, o árbitro deverá informar à Organização através de relatório e a penalidade aplicada, para que se possa aplicar a penalidade administrativa.

d. Os casos omissos serão resolvidos pelo árbitro geral; na sua eventual ausência a decisão caberá aos diretores do torneio ou aos árbitros auxiliares.

12. CONSIDERAÇÕES FINAIS
a. A Organização poderá, a seu critério, incluir algum tipo de premiação ou participação especial e alterar este regulamento, total ou parcialmente.

b. Informações gerais pelo telefone: 13 2102.7156 (segunda a sexta das 09h às 17h).

Diretor do Torneio: Jorge Sahade e Ricardo Assef
Árbitro Geral: Simone Vasconcellos Calves

Memorial Santos A.P.O. Auto Bahn Motors Vértice Tênis Clube de Santos Jornal A Tribuna