EDIÇÃO DIGITAL

Quarta-feira

21 de Novembro de 2018

São Paulo segura pressão e fica no empate com o Flamengo pelo Brasileirão

Tricolor chegou a ficar duas vezes na frente, mas cedeu igualdade e ainda viu rival desperdiçar chances claras

O São Paulo empatou com o Flamengo em 2 a 2, neste domingo (4), no Morumbi, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado deixa o Tricolor com 57 pontos, na 4ª colocação, e vê o Grêmio se aproximar na tabela. Já o Rubro-Negro vai a 60 pontos, e pode perder a vice-liderança para o Internacional.

Os donos da casa chegaram a estar duas vezes à frente no placar, com gols de Diego Souza e Helinho, que fez a estreia pelos profissionais do Tricolor. Os cariocas foram buscar a igualdade com Uribe e Rodinei.

Na próxima rodada, o São Paulo tem pela frente o clássico contra o Corinthians, no sábado (10), às 17 horas, na Arena Corinthians. Já o Flamengo também terá um clássico pela frente. O Rubro-Negro visita o Botafogo, no sábado (10), às 19h, no Engenhão.

Equilíbrio marca primeiro tempo no Morumbi

A partida começou com o Flamengo tendo mais posse de bola, enquanto o São Paulo buscava ançamentos mais longos. Os donos da casa abriram o placar aos 7 minutos. Juciliei afastou no meio campo, Diego Souza desviou a bola de cabeça, lançando Carneiro. O uruguaio carregou a bola pela direita e cruzou para a área. A bola bateu em Liziero e sobrou para Diego Souza fuzilar César.

Mas, nem deu tempo para o torcedor Tricolor comemorar. O Flamengo deu a saída e sofreu falta. Em cobrança rápida, Réver tocou para Renê que cruzou. Uribe ganhou de Bruno Alves e, de cabeça, empatou o placar no Morumbi.

Aos 15 minutos, um lance para deixar o são-paulino com o coração apertado. Uribe recebeu lançamento e Sidão saiu da área para fazer cobertura. O goleiro foi atrapalhado por Juciliei e acabou adiantando demais a bola. Arão ficou com a bola e tentou encobrir Sidão, mas pegou mal na bola.

O duelo no Morumbi foi aberto. Ambas equipes chegavam com perigo até a área adversária, mas pecavam na hora da conclusão. O São Paulo buscava as jogadas em Diego Souza. Já o Flamengo tentava criar, principalmente, pelo lado esquerdo, com Renê, Vitinho e Lucas Paquetá.

A virada flamenguista quase veio aos 38 minutos. Vitinho cruzou para a área, Everton Ribeiro desviou de cabeça e a bola sobrou para Renê. O lateral chutou cara a cara com Sidão e o goleiro fez grande defesa. No rebote, Uribe acabou isolando a bola por cima do gol.

Helinho e Rodinei entram e brilham no 2º tempo

No segundo tempo, Diego Aguirre decidiu dar mais velocidade ao time ao sacar Anderson Martins para colocar Helinho, estreante no elenco, que veio das categorias. E o camisa 37 provou que tem estrela. Aos 5 minutos, ele recebeu bola pela direita, cortou para o meio e soltou a bomba, de fora de área, para colocar o São Paulo na frente.

Dorival Júnior decidiu mexer no Flamengo. Saíram Cuéllar e Everton Ribeiro para as entradas de Diego e Geuvânio. Mas quem seguiu na pressão foi o Tricolor. Aos 15 minutos, Helinho lançou Luan, que driblou Réver e chutou forte para defesa de César.

Aguirre promoveu a entrada de Edimar no lugar de Carneiro, passando Reinaldo para atuar mais à frente e dando mais consistência defensiva para o São Paulo. Luan também saiu para a entrada de Araruna.

O Flamengo desperdiçou a chance do empate aos 28 minutos. Após cruzamento, Léo Duarte desvia, de cabeça e Uribe arrisca uma bicicleta, mas a bola vai para fora. 

Aos 31 minutos, Dorival gastou a última alteração. Pará saiu para a entrada de Rodinei, que no primeiro toque na bola, chutou de longe e Sidão fez a sequência. No minuto seguinte, Paquetá recebeu de Geuvânio e, na entrada da área, soltou a bomba, forçando o goleiro do São Paulo a espalmar para escanteio.

A pressão do Flamengo surtiu efeito. Aos 36 minutos, Vitinho saiu driblando pela esquerda e cruzou rasteiro, Sidão desviou e a bola sobrou para Rodinei encher a bomba e empatar o placar.

Aos 45 minutos, Vitinho perdeu a melhor chance da partida. Paquetá tocou para Geuvânio, que cruzou rasteiro. A bola passou por toda a área e caiu no pé do camisa 14. O atacante, dentro da pequena área, acabou isolando a bola. 

Ficha técnica:

São Paulo - Sidão; Arboleda, Bruno Alves e Anderson Martins (Helinho); Bruno Peres, Luan (Araruna), Jucilei, Liziero e Reinaldo; Diego Souza e Carneiro (Edimar). Técnico: Diego Aguirre.

Flamengo - César; Pará (Rodinei), Léo Duarte, Réver e Renê; Cuéllar (Diego), Willian Arão e Lucas Paquetá; Everton Ribeiro (Geuvânio), Vitinho e Uribe. Técnico: Dorival Júnior.

Gols - Diego Souza, aos 7 minutos do 1º tempo e Helinho, aos 5 minutos do 2º tempo (São Paulo); Uribe, aos 8 minutos do 1º tempo e Rodinei, aos 36 minutos do 2º tempo (Flamengo).

Cartões amarelos - Reinaldo e Liziero (São Paulo); Lucas Paquetá (Flamengo). 

Árbitro - Wilton Pereira Sampaio (FIFA-GO).

Público - 32.612 torcedores.

Renda - R$ 1.109.117,00.