EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

19 de Novembro de 2018

Suspensões e lesões abrem espaço para Gustavo Scarpa no time titular do Palmeiras

Nesta temporada, meia disputou 19 jogos pelo Verdão, com quatro gols marcados

Sem o atacante Dudu, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e com Willian machucado, Gustavo Scarpa terá a oportunidade de fazer o segundo jogo consecutivo como titular no Palmeiras no próximo domingo contra o Atlético-MG, fora de casa, pela 33.ª rodada do Campeonato Brasileiro. A informação foi dada pelo próprio técnico Luiz Felipe Scolari.

"Achei que o Scarpa foi muito bem contra o Santos. Ele já vinha treinando bem há um bom tempo, mas não tinha condições de jogar. Deve jogar contra o Atlético-MG porque tem jogador lesionado, outros suspensos", avisou o treinador.

Scarpa teve uma temporada atribulada por causa do impasse entre Fluminense e Palmeiras que se resolveu apenas no início de outubro. A novela sobre o destino do jogador começou em dezembro de 2017. O meia acionou o clube carioca na Justiça para se desligar do time carioca, além de ter solicitado o pagamento de cerca de R$ 10 milhões alusivos a supostos atrasos salariais e de outras obrigações, como direito de imagem e recolhimento do FGTS.

Desde então, o caso teve uma série de reviravoltas. Scarpa conseguiu a liberação para atuar pelo Palmeiras, mas o Fluminense chegou a revertê-la temporariamente, em março, o deixando afastado dos gramados até junho, quando o jogador teve outra decisão favorável. O caso, porém, continuava na Justiça.

Nesta temporada, Scarpa disputou 19 jogos pelo Palmeiras, com quatro gols marcados. Ele também sofreu uma lesão no calcanhar direito em 12 de agosto e só retornou aos gramados na segunda quinzena de outubro. Plenamente recuperado fisicamente, liberado juridicamente e com os problemas do elenco por lesões e cartões amarelos, ele terá a oportunidade de conseguir uma sequência de jogos.

O Palmeiras vem de uma sequência de 17 jogos de invencibilidade no Brasileirão e já está garantido matematicamente na Copa Libertadores na próxima temporada. O time lidera a competição com 66 pontos e terá pela frente na próxima rodada o Atlético-MG, que não vence há quatro jogos, com três derrotas e um empate.