EDIÇÃO DIGITAL

Quarta-feira

21 de Novembro de 2018

Surfista de Peruíbe é campeão sul-americano da WSL

Com a conquista, Welsley Santos conseguiu garantir vaga para disputar a divisão de acesso da elite

O surfista Wesley Santos, de Peruíbe, é o novo campeão sul-americano da WSL. A conquista do título aconteceu no último sábado (3), em Maresias.

Depois de conquistar o 1º lugar na etapa da Argentina, o 5º no Peru e o 9º na Bahia, o atleta de 23 anos conseguiu conquistar seu primeiro título internacional e da carreira com sua última vitória no Litoral Norte.

Sobre a sensação de ter conseguido vencer o  WLS South America, Wesley disse estar muito feliz. "A sensação é dever cumprido. Eu venho viajando o ano todo e depois desse esforço, conseguir conquistar esse título é muito importante. Estou muito feliz. Essa conquista vai me ajudar a entrar nas etapas do Prime (uma divisão de base)".

Com o título sul-americano em mãos, o peruibense ganha a possibilidade de disputar uma vaga no circuito mundial de surfe (WCT)  por meio das etapas citadas por ele. Com isso, Wesley projetou seu futuro.

"Então, eu estou mais confiante para o ano que vem. O meu foco é o WCT para poder representar ainda mais o Brasil. Quero ganhar o troféu desse torneio".

Trajetória e conselhos para os mais jovens

Surfando desde de pequeno, Wesley contou que decidiu viver do surf rapidamente.

"Eu comecei a surfar com sete anos em Peruíbe. Depois de um tempo competindo em circuitos de base (nacionais e regionais), eu vi que fui me destacando, pois consegui a vaga para concorrer em um evento mundial. Aos poucos minha vida foi se encaixando. Com 18 anos eu me profissionalizei e hoje viajo o mundo vivendo um sonho e fazendo o que eu mais gosto: o surf. Além de trabalhar, tenho estilo de vida. Para mim, isso é muito importante".

Como resolveu viver do seu sonho, o surfista contou que passou por várias dificuldades pela falta de apoio, entretanto, elas o fizeram ainda mais forte.

"Problemas a gente sempre tem, cara. Aqui no Brasil temos falta de verba, de patrocínio e incentivo. Se temos um sonho, temos que ir para cima. Dificuldades todo mundo passa. Para ser um vencedor, a gente tem que valorizar as dificudaldes. Porque quando a gente chegar lá, vai ser recompensado. Tem que treinar bastante, perseverar, ter foco e nunca desisitir''