EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

19 de Novembro de 2018

Alexandre Lopes

É Editor-Chefe de Web no Grupo Tribuna e responsável pelo G1 no litoral de São Paulo. No grupo desde 2008, já participou de coberturas em mais de 15 países. Atualmente, além de coordenar os portais, também apresenta o G1 em 1 Minuto e é comentarista da TRI FM.

Fake News? Aqui não!

Nunca o ‘Fact-Checking’ esteve tanto em evidência e foi tão necessário. Desde que a Agência Lupa surgiu, lá em meados de 2015, as ‘Fake News’ começaram a se expandir em uma velocidade assustadora. Nem Cristina Tardáguila, diretora da Agência, e com quem tive o prazer de aprender bastante sobre o assunto no ano passado, poderia prever que, três anos após o nascimento da ‘Lupa’, o jornalismo passaria por uma transformação tão radical.

A checagem, claro, sempre foi um dos princípios básicos da profissão, mesmo que, infelizmente, com o passar do tempo, alguns ‘profissionais’ colocassem o ‘checa-recheca’ em último plano de suas apurações. O raso das redes sociais se tornou notícia e a informação caiu em um poço de desinformação que provocou conflitos, mortes e que tornou as ‘Fake News’ mais relevantes e buscadas do que as próprias notícias, em um típico ‘banana comendo macaco’.

O mundo mudou. A internet mudou. O consumo de notícias mais ainda. O que não mudou, de fato, é o nosso compromisso social e a responsabilidade ética e moral de produzir conteúdo relevante, apartidário e isento. Por isso, nós, jornalistas, precisamos, cada vez mais, nos reinventarmos sem esquecer os princípios básicos da nossa profissão.

Lugar de repórter foi, é e sempre será na rua. É na rua que as coisas acontecem e é na rua onde descobrimos as histórias contadas de cada dia. Com as transformações do mundo, obviamente, as redes não podem ser ignoradas. Bons profissionais, porém, só as usam como meio e não como fim de suas produções.

Hoje, 30 de Outubro de 2018, o Grupo Tribuna reafirma seu compromisso com o jornalismo e com a veracidade das informações. A reformulação de ATribuna.com.br passa não só por uma repaginação no layout, como também por uma mudança editorial e estrutural, com o trabalho conjunto e parceiro das redações de G1, GloboEsporte.com e A Tribuna On-Line em um único ambiente. Com um departamento nativamente digital, sob uma única gestão, o webjornalismo passa a ser, de fato, um dos pilares da comunicação do grupo, ao lado TV, Rádio e Impresso. Todos comprometidos com a verdade.