*Com informações de Débora Pedroso
 

N/A
Creche ameaça fechar 130 vagas em 2014

O futuro das crianças na creche Gota de Leite, em Santos, continua incerto. Nesta segunda-feira, a Prefeitura de Santos manteve a proposta de reajuste de 16% por criança atendida em período integral nas creches conveniadas à Secretaria Municipal de Educação (Seduc). Porém, representantes da entidade alegam que o valor ainda é insuficiente para manter as crianças na unidade.

Com o reajuste, o valor mensal passaria dos atuais R$ 276,00 para R$ 320,00 a partir de janeiro. Contudo, manter cada aluno na instituição custa R$ 450,00.

“A entidade tem que ficar negativa e a Prefeitura não?”, questiona o representante da Gota de Leite, Guilherme Gonçalves Barbarisi. Ele diz que o déficit mensal ultrapassa R$ 40 mil. A instituição é a única que ainda não fechou com a Seduc o planejamento de 2014.

Sem saber ainda quantas crianças serão atendidas pela unidade no próximo ano, a Prefeitura se comprometeu a analisar particularmente o caso, com a finalidade de entrar num acordo ainda nesta terça-feira.

Juntas as 58 creches conveniadas com a administração municipal atendem aproximadamente 12 mil alunos. A Seduc garantiu que em caso de redução de vagas nas conveniadas, a criança será encaminhada a alguma unidade municipal.

Atualmente a instituição atende 319 crianças em Santos. Porém, em 2014 apenas 189 vagas deverão ser abertas. No total, 130 alunos que estudam na creche e na pré-escola devem ser deslocados para outras unidades de ensino da rede municipal.