N/A
Festa está ameaçada com fechamento do clube

O Ilha Porchat Clube, em São Vicente, foi interditado pela Justiça. A razão é a falta de alvarás da Prefeitura e do Corpo de Bombeiros que garantam a segurança de seus frequentadores. A interdição foi requerida pelo Ministério Público.

De acordo com a decisão judicial, há quase dois anos o clube funciona sem essas certificações. Se a proibição for desobedecida, a entidade arcará com multa de R$ 50 mil por evento.

A situação ameaça a realização do tradicional Baile do Mares do Sul, no próximo dia 22. "Vamos encontrar alternativas para atender às recomendações e recorrer", informa o advogado do clube, Daniel da Silva Oliveira.

O presidente da entidade, Odárcio Ducci, está confiante: "Essa festa não pode parar. Vamos fazer o possível para realizá-la na data marcada. Fizemos despesas com compra de frutas, contrato dos artistas e ornamentação, para receber os convidados. E isso será feito em condições seguras".

Auto dos Bombeiros

Para o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros, o clube precisa construir uma escada maior que a atual. Segundo Odárcio, será necessário um novo projeto arquitetônico. Por isso, "fecharemos o andar de cima, impedindo o acesso, até encontrar soluções aprovadas pelo Corpo de Bombeiros".