EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

19 de Novembro de 2018

Cubatão terá ônibus novos com wi-fi e ar-condicionado

Promessa da Companhia Municipal de Trânsito (CMT) é de que não haverá reajuste da tarifa

Moradores que sofrem nos coletivos de Cubatão podem esperar por melhorias no transporte público para o próximo ano. A Prefeitura abriu concorrência para a nova empresa que terá a concessão dos ônibus municipais e, assim, deverá providenciar ônibus novos, com ar-condicionado, wi-fi e acessibilidade. Conforme a Administração Municipal, não haverá aumento na tarifa.

Entretanto, serão menos ônibus circulando. Hoje, a cidade conta com 65 veículos e a nova empresa passará a atuar com 49, sendo 27 do tamanho convencional e 22 ainda menores. “O número de passageiros diminuiu muito. Antes, quando foi desativada a empresa municipal de transportes, tínhamos o IPK (índice do número de passageiros transportado por quilômetro) 8 e hoje é de 0,98”, justifica o superintendente da Companhia Municipal de Trânsito (CMT) Jefferson Cansou.

Ele afirma que parte da queda se deu pelo aumento da frota do transporte alternativo (hoje com 56 lotações), que não fazem parte da atual licitação.

Mudanças

Mas, mesmo com menos ônibus circulando, o representante da CMT garante que o número de linhas e os itinerários atuais serão mantidos.

“Hoje, a gente fica esperando muito tempo no ponto e, quanto o ônibus vem, é motorista mal educado e carro sucateado”, queixa-se a dona de casa Maria Aparecida Sousa, de 45 anos, moradora da Vila Nova.

Jefferson justifica que a demora hoje se deve à condição dos ônibus da Translíder. “Não está nas melhores condições. Às vezes, ela tem entre 10 e 15 ônibus em manutenção”, explica.

Para ajudar o usuário a não ficar esperando muito tempo no ponto, a empresa que ganhar a licitação terá que implantar um sistema que permita ver pelo computador ou celular a localização do coletivo para saber quando ele vai chegar.

Outra novidade prevista no edital será a integração com as lotações, os ônibus intermunicipais e o VLT. O superintendente da CMT promete que o preço das tarifas não deve ter reajuste por conta dessa troca.

As empresas interessadas em operar o transporte público de Cubatão devem apresentar suas propostas até o dia 5 de dezembro e o vencedor deve ser conhecido até o final do mês.

Pelo edital, a empresa ganhadora deve finalizar a implantação e começar a operar em seis meses, mas o superintende da CMT pretende que isso aconteça até fevereiro.